Publicidade

Em dia de homenagens a Eriksen, a Dinamarca viu De Bruyne mudar a história do jogo contra a Bélgica, nesta quinta-feira, em Copenhague, pelo Grupo B da Eurocopa. Na primeira partida após o susto de Eriksen, a seleção dinamarquesa começou muito bem, mas o craque belga De Bruyne fez a diferença e liderou a virada: 2 a 1.

De Bruyne foi chamado no intervalo e logo mudou a história do jogo, com uma assistência e o gol da vitória. Com o triunfo, a Bélgica lidera o Grupo B com seis pontos. Rússia e Finlândia têm três pontos. Um empate garante vaga em primeiro lugar.

De Bruyne Eurocopa De Bruyne fez a diferença | Foto: Uefa

Na próxima rodada, a última da fase de grupos, a Bélgica enfrenta a Finlândia, nesta segunda-feira, às 16h (horário de Brasília), em São Peterbusgo. A Dinamarca encara a Rússia no mesmo dia e horário e precisa vencer para sonhar com a classificação.

Publicidade

MAIS! Ancelotti conhece bem! Real Madrid garimpa reforços na Itália

Homenagens a Eriksen

O duelo ficou marcado por homenagens a Eriksen, que sofreu uma parada cardíaca na estreia da Dinamarca, contra a Finlândia, no sábado, e caiu desacordado em campo. O jogo desta quinta-feira foi paralisado aos dez minutos: todo os presentes e os jogadores aplaudiram o meia.

Eriksen homenagem Dia foi de homenagens a Eriksen | Foto: Uefa

A Federação de Futebol da Dinamarca informou, nesta quinta-feira, que Eriksen vai precisar passar por um procedimento para implantar uma espécie de desfibrilador, para corrigir distúrbios cardíacos.

Relacionadas

Mbappé Eurocopa
Sergio Ramos
Gattuso

De Bruyne lidera virada da Bélgica na Eurocopa

Publicidade

A Dinamarca começou o jogo com tudo e abriu o placar logo no primeiro minuto. Após uma saída de bola errada da Bélgica, Poulsen recebeu e chutou no canto: 1 a 0. A seleção dinamarquesa foi superior na etapa inicial, mas não conseguiu ampliar o placar.

LEIA MAIS! Koeman confirma Depay no Barcelona

Em desvantagem, a Bélgica recorreu a De Bruyne. O meia do Manchester City fez a estreia na Eurocopa – ele passou por uma cirurgia devido a fraturas no rosto, após choque na final da Champions League, contra o Chelsea.

Publicidade

O craque belga logo fez a diferença. Aos nove minutos, Lukaku passou para De Bruyne. Ele cortou dois marcadores e rolou para Thorgan Hazard ampliar. Aos 24, De Bruyne virou o jogo em bela trama belga. Lukaku fez jogada pela esquerda, a bola rapidamente chegou a Hazard, que aparou para o meia do Manchester City emendar no canto: 2 a 1.

A Dinamarca buscou pressionar a Bélgica e assustou com Braithwaite, que acertou o travessão, mas não evitou a derrota.

Comentários