Publicidade

Daniel Alves Daniel Alves foi vice-campeão da Liga dos Campeões pela Juventus – Divulgação/PSG

Vice-campeão da Liga dos Campeões e campeão italiano pela Juventus, o lateral-direito Daniel Alves, hoje no Paris Saint-Germain soltou o verbo contra seu ex-clube e o “calcio”. Em entrevista a emissora Sky Italia durante a festa de premiação da confederação italiana de futebol, o brasileiro explicou os motivos de sua saída da Juve.

“Fui para a Juventus porque queria que o calcio entendesse que podia melhorar e subir de nível. Porém, não me fiz entender. Queria fazer algo mais, mas senti que não seria fácil para mim. Não era feliz, não me divertia como costumava fazer e isso me deixava triste. Por isso decidi mudar”, disse o lateral.

Publicidade

Em boa fase no PSG, onde tem cinco assistências e três gols em 16 partidas disputadas, Daniel Alves exaltou seu momento na França.

“Estou feliz, mas não por jogar com Neymar, Cavani e Mbappé. Estou feliz porque me sinto livre para jogar e me divertir. Espero que a Juve e o futebol italiano percebam que precisam mudar porque o futebol mundial já mudou”, explicou.

As declarações do lateral aconteceram as vésperas do clássico entre Napoli e Juventus. E é justamente o rival de seu ex-clube que ganhou elogios do brasileiro.

Publicidade

“O futebol italiano caiu de nível. Os times, que jogavam bem na Europa, já não se saem tão bem. A Itália deveria tomar o Napoli como exemplo, que com sua forma de jogar defende a palavra ‘calcio’. É disso que precisa o futebol italiano: parar e começar de novo”, finalizou.

Leia mais:
Filho de Júlio Cesar anuncia aposentadoria do goleiro
De Rossi contesta escalação e vídeo viraliza na internet
Mesmo com R$ 15 milhões, Palmeiras silencia sobre Lucas Lima
Uber ativa patrocínio para empolgar a dupla Grêmio e Internacional
Neymar ganha ‘vale night’ do técnico do PSG
A meta (praticamente de artilheiro) de Paulinho no Barcelona