Publicidade

Antoine Griezmann deixou a sua marca e ajudou o Atlético de Madrid a vencer o Milan de virada por 2 a 1 na Itália. Assim começou a calar o críticos e recuperar seus momentos de prazer, algo que perdeu nos tempos de Barcelona. Ao falar sobre o reencontro com as redes o jogador passou a impressão para parte da imprensa espanhola que estaria cutucando Ronald Koeman, seu treinador nos tempos de Barça.

Koeman realmente não tem o melhor relacionamento com as estrelas. Já viveu alguns momentos de tensão com Lionel Messi, falou publicamente de outros jogadores e nem sempre teria dado o apoio que o francês precisava.

Griezmann Milan x Atlético de Madrid Griezmann iniciou reação do Atlético de Madrid (Foto: Uefa)

Antoine Griezmann então preferiu valorizar Diego Simeone, comandante do Atlético.

Publicidade

– Muito respeito e admiração por este treinador, porque ele me melhorou, me fez atingir o meu melhor nível. Aqui eles me dão tudo que preciso – disse o artilheiro.

MAIS! Koeman não é o primeiro… técnicos que viveram drama no Barcelona 

O craque foi além.

Publicidade

– Com trabalho, com a ajuda do treinador, as coisas tendem sempre a melhorar. Meus companheiros precisam de mim e contam comigo. Mais atuações como essa vão me ajudar – disse ele.

Relacionadas

Asensio Real Madrid
Jorge Jesus Benfica

Com a vitória sobre o Milan o Atlético de Madrid aparece na segunda colocação do Grupo B da Champions League com quatro pontos conquistados, dois a menos que o líder Liverpool. As duas equipes vão se encontrar em 19 de outubro na Espanha.

Comentários