Publicidade

O meia francês Samir Nasri anunciou a aposentadoria dos gramados após a confirmação de uma suspensão por doping de 18 meses. Aos 34 anos o jogador não se sente mais motivado a olhar para o futuro profissional. Mas não deixa de fazer boas recordações. Em uma delas revelou que o técnico Jorge Sampaoli chegou a fazer promessas absurdas para que ele aceitasse jogar no Sevilla. Dentre elas a de liberar bebida e noitadas para o jogador.

Samir Nasri fez a revelação em uma entrevista ao “Le Journal du Dimanche” da França. O agora ex-jogador disse que Sampaoli trabalhou com muito empenho para que aceitasse jogar no Sevilla. O meia defendeu o clube entre 2016 e 2017 após ser emprestado pelo Manchester City.

Sampaoli Olynpique de Marselha Sampaoli admirava Samir Nasri (Foto: Imago Images)

O jogador falou sobre bebidas e noitadas.

Publicidade

– O Sampaoli trabalhou muito e queria demais que eu fosse para o Sevilla. Ele disse ‘Vem para a nossa equipe, pode beber, ir a discotecas, fazer o que quiser, que eu te protegerei. Só te peço que jogue bem no fim de semana – contou Samir Nasri ao jornal francês.

MAIS! Os desafios da semana na Champions League

Samir Nasri chegou a revelar que Sampaoli até cuidaria do cachorro do jogador.

Publicidade

– Se eu quisesse ir ver a minha família num fim de semana que não houvesse jogo, Sampaoli dizia que tomaria conta do meu cão – disse ele.

Relacionadas

Chiesa Juventus
Mbappé flagrado, mas queixa não era contra o treinador - Foto: Reprodução

O jogador foi cria do Olympique de Marselha e defendeu Manchester City e Sevilla. Além disso atuou por outros clubes europeus como Arsenal, West Ham e Anderlecht da Bélgica, que foi seu último clube.

Comentários