Publicidade

Cristiano Ronaldo

Um possível retorno de Cristiano Ronaldo para o Manchester United ganhou mais força nesta segunda-feira. O motivo seria, mais uma vez, o relacionamento ruim entre o craque português e o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez. De acordo com o jornal espanhol “As”, o atacante se sente enganado pelas promessas de renovação não cumpridas pelo mandatário e agora sua prioridade é voltar para o Old Trafford. O Manchester United já sabe do desejo do jogador, que está tão decidido pela mudança que já avisou a vários de seus companheiros de vestiário.

Os desentendimentos entre o jogador e o presidente do Real começaram após o título da Liga dos Campeões conquistado em junho do ano passado após vitória de 4 a 1 sobre a Juventus, em Cardiff, País de Gales. Autor de dois gols, Cristiano Ronaldo recebeu a promessa de ter seu contrato melhorado. A renovação, porém, nunca aconteceu, mesmo após o melhor jogador do mundo deixar clara sua insatisfação em diversas oportunidades.

Publicidade

“Quero seguir em Madri, se for possível”, disse após ganhar sua quinta Bola de Ouro.

Leia também:
Paulinho tem o dobro de gols de Cristiano Ronaldo no Espanhol
Árbitro francês que chutou brasileiro é reincidente em confusão
Harry Kane iguala recorde de Gerrard na Premier League
Eto’o no futebol brasileiro? Relembre outros destaques cotados no país
Antes Rei do Mercado, Real Madrid agora é lanterna entre os grandes
Veteranos famosos e times pequenos: a rotina dos Estaduais

Depois da conquista do Mundial de Clubes, em dezembro, Ronaldo foi ainda mais enfático.

Publicidade

“Se for possível, gostaria muito de me aposentar no Real. No entanto, não depende apenas de mim, não sou eu que mando no clube”, reclamou o português.

As mensagens não foram respondidas pelo clube espanhol e o atacante ainda assistiu às tentativas de contratação de Mbappé, do Paris Saint-Germain, no verão passado, e agora de Neymar para substituí-lo.

Cristiano Ronaldo não está entre os maiores salários

Recordista de Bolas de Ouro ao lado de Messi, com cinco conquistas para cada um, Cristiano Ronaldo não vê esse reconhecimento refletido em seu contracheque. No ranking de jogadores de futebol com os maiores salários, o português ocupa a quinta colocação, com 21 milhões de euros por temporada após sua última renovação, em novembro de 2016. Bem atrás de Messi, com 50 milhões por ano, e Neymar, com 36 milhões.