Publicidade

A tradicional comemoração reflete com perfeição o dia de Portugal. O “eu estou aqui” de Cristiano Ronaldo foi fundamental para a seleção portuguesa na Eurocopa. E o craque viveu mais uma noite de recorde. CR7 marcou duas vezes no empate por 2 a 2 com a França, nesta quarta-feira, na Puskás Arena, em Budapeste, na Hungria, e tranquilizou a situação. Portugal, atual campeão, continua na briga pela Euro.

E Cristiano Ronaldo igualou recorde do iraniano Ali Daei. Agora, os dois são maiores artilheiros da história por seleções. O craque português não tem limite e amplia suas marcas.

Cristiano Ronaldo Eurocopa Quem estava lá? Cristiano Ronaldo! Teve marra na comemoração | Foto: Uefa

Um velho conhecido de Cristiano Ronaldo quase atrapalhou os planos de Portugal. Benzema, parceiro da época de Real Madrid, fez os dois gols da França, na reedição da última final da Eurocopa.

Publicidade

MAIS! Inglaterra x Alemanha, Espanha x Croácia… os duelos das oitavas da Eurocopa

A França, com cinco pontos, avança em primeiro lugar do Grupo F. Nas oitavas de final, vai enfrentar a Suíça. Portugal viveu um dia tenso. Em determinado momento, viu o risco de cair na fase de grupos, mas avança como um dos melhores terceiros colocados e terá pela frente a Bélgica.

Emoção de sobra em França x Portugal pela Eurocopa

A etapa inicial foi equilibrada, com poucas chances. A primeira oportunidade foi da França. Mbappé foi lançado, mas Rui Patrício defendeu a finalização do astro do PSG. Portugal tentava levar perigo com bolas levantadas para área. Foi assim que conseguiu o pênalti. Lloris errou o tempo de bola e acertou em cheio Danilo. Cristiano Ronaldo bateu e fez 1 a 0, aos 30 minutos. Foi o quarto gol de CR7 nesta Eurocopa. É o artilheiro do torneio.

Publicidade

A França sentiu o gol, mas Mbappé apareceu, com uma dose de “malandragem”. Aos 44 minutos, ele recebeu um tranco de Semedo. Ao perceber o contato, o atacante se jogou. O árbitro deu pênalti. Benzema bateu e empatou: 1 a 1. O atacante do Real Madrid voltou a marcar depois de quase seis anos – não balançava a rede desde outubro de 2015.

Benzema Eurocopa Benzema voltou a marcar pela seleção | Foto: Uefa

MAIS! Bayern de Munique se preocupa com Lewandowski e põe Haaland no radar

Benzema e Cristiano Ronaldo são protagonistas

A seleção francesa virou o placar logo no primeiro minuto da etapa final. Pogba deu bolão para Benzema, que tocou na saída de Rui Patrício. A arbitragem assinalou impedimento, mas o VAR indicou que o lance era legal: 2 a 1.

Publicidade

Naquele momento, com a derrota para a França e a Hungria vencendo a Alemanha, Portugal estava eliminada da Eurocopa. Cristiano Ronaldo descolou outro pênalti. Ele cruzou e a bola explodiu na mão de Koundé. Ele cobrou e fez 2 a 2, aos 14 minutos. O resultado voltava a classificar a seleção portuguesa.

O quinto gol de Cristiano Ronaldo na Eurocopa foi ainda mais especial. Ele chegou à marca de 109 gols por Portugal e igualou o iraniano Ali Daei como maior artilheiro da história por seleções.

Rui Patrício precisou fazer milagre. Pogba deixou a marcação na saudade e chutou colocado. O goleiro espalmou e ainda viu a bola explodir no travessão. No rebote, ele defendeu chute de Griezmann.

Publicidade

O jogo esfriou. O resultado servia para ambos. Com o empate, a França avançou em primeiro e Portugal passou na terceira colocação.

Comentários