Publicidade

A Premier League decidiu que não vai paralisar as suas atividades por conta do surto de Covid-19 que tem gerado problemas nos clubes. O assunto ganhou relevância na segunda-feira, após o duelo entre Manchester City e Everton ser adiado por conta de um surto de Covid-19 no time liderado por Pep Guardiola. Ao toto 14 pessoas do clube, entre funcionários, membros da comissão técnica e jogadores, testaram positivo. Dentre eles o atacante brasileiro Gabriel Jesus. Além disso o centro de treinamento foi paralisado. Na terça-feira foi a vez da organização adiar Tottenham x Fulham. Mas mesmo assim a Liga decidiu manter o torneio, salvo se o governo exija a paralisação. Apesar da decisão o assunto colocou técnicos de times da Premier League em lados opostos.

Ainda no primeiro tempo, Gabriel Jesus foi autor do gol de empate para Manchester City Gabriel Jesus é um dos contaminados. Assim adiaram o jogo do City (Foto: Shaun Botterill/Getty Images)

Tão logo o assunto virou manchete, Ole Solskjær, técnico do Manchester United, se posicionou contra a paralisação.

– Gostaria de saber como vão organizar os jogos mais na frente, pois o calendário já está apertado – reclamou ele.

Técnico do West Brom fica na bronca

Solskjaer, Manchester United Solskjaer é contra a paralisação. Mas recebeu críticas (Foto: Manchester United / Divulgação)

Publicidade

A posição do treinador do Manchester United incomodou Sam Allardyce, treinador do West Bromwich. O britânico acabou desabafando.

– Não temos que pensar em calendário e sim em vidas. Tenho 66 anos e o que não preciso agora é ser contaminado pelo Coronavírus – reeclamou ele.

LEIA MAIS! Messi não esconde motivos que o fazem querer deixar o Barcelona

Publicidade

José Mourinho, treinador do Topttenham, que teve o jogo com o Fulham interrompido, ironizou a indefinição. Em um vídeo postado nas suas redes sociais poucas horas antes do jogo com o Fulham que acabou não acontecendo, o português desabafo: “São 18 horas e ainda não sabemos se vai ter jogo. Melhor campeonato do mundo”.

A Premier League tem na liderança o Liverpool, que aparece com 33 pontos, três a mais que o Manchester United, que tem um jogo a menos. Leicester e Everton aparecem em seguida com 29 pontos ganhos.

LEIA MAIS! Paraguaio se empolga e quase fica nu em gol