Futebol Internacional

Coronavírus: Lyon já perdeu mais de R$ 600 milhões com a pandemia

Jean-Michel Aulas critica a interrupção e finalização do Francês em razão do coronavírus - Divulgação Lyon
Jean-Michel Aulas critica a interrupção e finalização do Francês em razão do coronavírus - Divulgação Lyon

O Olympique Lyonnais divulgou um relatório financeiro nesta quinta-feira (23) feito pela holding do grupo que administra o clube. De acordo com o documento, o Lyon já perdeu mais de R$ 600 milhões com a pandemia causada pelo novo coronavírus. E o pior: conforme o dirigente, enquanto ajusta sua preparação, o Lyon continua a perder dinheiro. O anúncio foi feito por Jean-Michel Aulas, presidente do clube.

Muito crítico ao final prematuro do campeonato, o dirigente viu seu faturamento cair 11% no ano fiscal encerrado no final de junho. Este foi o impacto da pandemia do novo coronavírus nas atividades do clube. O montante de perdas totalizou 100 milhões de euros, cerca de R$ 600 milhões.

Jean-Michel Aulas critica a interrupção e finalização do Francês em razão do coronavírus - Divulgação Lyon

Conforme Jean-Michel Aulas a finalização antecipada da Ligue 1 causou sérios prejuízos ao Lyon – Divulgação Lyon

“O desempenho da empresa foi fortemente afetado pela crise do Covid-19, que resultou na cessação abrupta das principais atividades do grupo em meados de março”, afirmou o grupo em comunicado.

O impacto da pandemia é estimado em 50 milhões de euros – cerca de R$ 304 milhões – no faturamento de 2019/2020, excluindo a venda de jogadores. No entanto, há ainda outros 50 milhões de uma estimativa interna da negociação de jogadores não realizados ao final da temporada, conforme o Grupo OL.

Leia também

Veja os reforços algo do Benfica de Jorge Jesus

Arrogância motivou briga entre Lampard e Klopp em clássico inglês

Vendas de ingressos, queda de direitos de TV e eventos

Jean-Michel Aulas, vem denunciando há meses e novamente no comunicado “a decisão prematura da Liga Profissional de Futebol de encerrar o campeonato da Ligue 1” em meados de março. Ao fim de março, nos nove primeiros meses do ano fiscal, a receita das atividades do Lyon apresentou um aumento de 19% em um ano. A partir daí, com a questão da pandemia, se iniciou a queda na receita.

As vendas de ingressos caíram 15%, os direitos de TV e marketing caíram 16%, as receitas de eventos caíram 30% no ano fiscal como um todo. Foram cancelados os principais shows na Groupama Estádio – ou Parc Olympique Lyonnais.

Você Também pode gostar