Publicidade

O Brasil suou para vencer a Colômbia, nesta quarta-feira, no Estádio Olímpico Nilton Santos. Em partida muito truncada, o placar ficou em 2 a 1, gols de Luiz Diaz para os colombianos, com Roberto Firmino empatando e Casemiro, virando. Com o resultado, o Brasil fechou a rodada garantindo a liderança do Grupo B da Copa América, com 9 pontos. Em segundo lugar está a própria Colômbia, com 4. Peru, também com 4 pontos, aparece em terceiro, seguido por Equador e Venezuela, cada qual com 2 pontos. Na próxima rodada o Brasil recebe o Equador, no Estádio Olímpico de Goiânia, enquanto a Colômbia folga.

Neymar briga pela bola em lance de um Brasil x Colômbia que esquentou no segundo tempo - Foto: Imago Neymar briga pela bola em lance de um Brasil x Colômbia que esquentou no segundo tempo – Foto: Imago

A Seleção Brasileira encarou uma Colômbia retrancada, claramente com a intenção de explorar contra-ataques. Mas a seleção de Tite dominou as ações, sobretudo com Neymar, Richarlison e Gabriel Jesus. Dominou, mas não conseguiu levar perigo ao gol de Ospina. A Colômbia, ao contrário, conseguiu um lance e ele foi suficiente para chegar ao gol. A jogada foi pela direita. Cuadrado recebeu no ataque e cruzou para a área, num lançamento certeiro para Luiz Diaz. O meio de campo fez um belo movimento, quase que uma bicicleta, mandando para o gol, sem defesa para Weverton, aos 9 minutos.

Relacionadas

Peru salvou um empate quando perdia por 2 a 0. Ficou no lucro - Foto: Imago
Kimmich Alemanha Eurocopa
Cristiano Ronaldo Portugal Eurocopa Hungria

Assim, os colombianos se fecharam ainda mais, dificultando a vida dos brasileiros. Everton Ribeiro não rendia, nem mesmo a troca de posicionamento entre Richarlison e Gabriel Jesus resolveu. A área da Colômbia estava interditada. Assim, ficou difícil para o Brasil furar a retranca para chegar pelo menos ao empate.

Leia também

Publicidade

Cristiano Ronaldo alcança recorde: Portugal empata com a França e também avança na Eurocopa

Presidente do PSG quer David Luiz, mas Pochettino não está convencido

O Brasil foi superior em posse de bola, embora a Colômbia tivesse conseguido anular boa parte das jogadas, às vezes, com faltas – Foto: Imago

Segundo tempo

Tite tirou Everton Ribeiro e lançou Roberto Firmino. Faltava ao Brasil velocidade na hora do passe para penetrar a área da Colômbia, toda retrancada. Sem efeito e lento na troca de passes, Tite mexeu de novo, agora na lateral, lançando Renan Lodi, no lugar de Alex Sandro. Não que tivesse mudado muito o cenário, mas o Brasil criou uma boa oportunidade um pouco depois, aos 20 minutos. No lance, recebeu de Roberto Firmino, de calcanhar. Ele entrou driblando o goleiro Ospina e finalizou, no entanto, desequilibrado. A bola tocou a trave, sendo que Gabriel Jesus estava em melhor posição.

Publicidade

A mão certeira de Tite, seja por sorte ou coincidência, foi o trunfo para o Brasil. Isso porque finalmente saiu o empate, justamente após lance entre os dois jogadores que ele havia colocado em campo no segundo tempo. Renan Lodi cruzou para a área, e Firmino, livre da marcação, tocou para o fundo da rede. O gol aconteceu aos 32 minutos, mas só foi confirmado aos 36, depois de muita reclamação dos colombianos. É que a bola havia tocado o árbitro no lance anterior ao gol. A Colômbia queria a paralisação da partida. Depois de longo tempo de paralisação, o Brasil insistiu no ataque, até que, no momento final da partida, Neymar cobrou escanteio para cabeçada de Casemiro. Fim de jogo e Brasil 100%.

Comentários