Publicidade

O Real Madrid fechou as portas de vez para Erling Haaland. Assim o Manchester City fica praticamente sem rival de grande peso para fechar com o artilheiro norueguês do Borussia Dortmund. A decisão dos espanhóis foi construída ao longo das últimas semanas. Alguns fatores foram determinantes. Segundo a imprensa da Europa, quatro motivos pesaram para o Real Madrid desistir de Haaland.

Segundo os jornais espanhóis e britânicos, Haaland deverá fechar nos próximos dias com o Manchester City. Assim o Real Madrid vai economizar consideravelmente na janela de transferências. Apesar do que vai gastar em outras negociações.

Abaixo os quatro motivos que fizeram o Real Madrid desistir de Haaland:

Benzema

Benzema Benzema faz uma Champions League histórica | Foto: PAUL ELLIS/AFP via Getty Images

Publicidade

A temporada está indo para o seu fim com Karim Benzema sendo o grande protagonista. Se o Real Madrid vencer a Champions League, tudo caminha para o craque ser eleito o melhor jogador do mundo. Ainda mais depois de ter voltado a defender a seleção francesa. Com ele em grande fase, o Real Madrid acha que pode economizar e tirar o pé em relação a Haaland.

Alto investimento

Antonio Rüdiger Chelsea Rüdiger vai jogar no Real Madrid | Foto: Imago Images

O Real Madrid está pagando alto para contratar o zagueiro Antonio Rüdiger e vai jogar pesado para tirar Mbappé dop PSG. Assim comprometeria mais ainda seu orçamento com outro passou ousado no mercado da bola.

Relacionadas

Benzema Champions League
Pep Guardiola Carlo Ancelotti

Desejo de Haaland

Guardiola Bayern Real Madrid Haaland quer trabalhar com Guardiola | Foto: ODD ANDERSEN/AFP via Getty Images

O Real Madrid ficou sabendo que Haaland deseja jogar a Premier League e teria ficado encantado com o projeto de Pep Guardiola para ele. Afinal de contas, no clube inglês será praticamente o único protagonista.

Série de lesões

Haaland Borussia Dortmund Haaland sofre com lesões no Borussia Dortmund | Foto: Imago Images

Publicidade

Haaland sofreu 15 lesões nos últimos três anos. Apesar de ter números impressionantes de gols quando joga, também fica parte do tempo sem atuar. O risco de um investimento que possa dar errado pesa neste sentido.

 

Comentários