Publicidade

No lugar de perguntas, um comunicado. O pressionado Ronald Koeman evitou a imprensa em novo capítulo da crise do Barcelona. Nesta quarta-feira, véspera do jogo contra o Cádiz, pela La Liga, ele simplesmente leu um texto na coletiva de imprensa e se retirou.

O insólito episódio dá o tom do momento que Koeman vive. O técnico balança no Barcelona, com notícias de que pode ser demitido em breve. A situação piorou após o empate com Granada, pela La Liga, no Camp Nou.

Koeman Barcelona Koeman balança no Barcelona | Foto: Imago Images

MAIS! Manchester United pode buscar substituto para Pogba no Milan

Publicidade

Com o comunicado, Koeman evitou responder sobre temas complicados, mas evidenciou o momento turbulento. O técnico praticamente se defendeu – apontou para a reconstrução do Barcelona e que não se pode esperar muito do time na temporada.

Relacionadas

James Rodríguez Everton
Vinicius Júnior Real Madrid

– O clube está, comigo como treinador, em um processo de reconstrução. A situação financeira do clube está ligada à parte esportiva, por isso temos de reconstruir o elenco sem poder fazer grandes investimentos. A parte boa da reconstrução da equipe é que os jovens terão oportunidades, como Xavi e Iniesta tiveram na sua época. E essas novas caras podem ser as estrelas dos próximos anos. Mas se pede paciência. Além disso, acabar numa posição alta na Liga seria um sucesso. Na Liga dos Campeões não se pode esperar milagres e a derrota para o Bayern tem de ser encarada nessa perspectiva.

–  O processo em que nos encontramos significa que elenco tem de ser apoiado com atos e palavras. Este processo tem de ser apoiado. A imprensa conhece este processo, não é a primeira vez que acontece. Contamos com o apoio de vocês em tempos difíceis. Como time e como jogadores, estamos satisfeitos com o apoio que tivemos frente ao Granada. Viva o Barça – leu Koeman.

Comentários