Publicidade

A assinatura de Messi marcou a vitória do PSG sobre o Manchester City, nesta terça-feira, pelo Grupo A da Champions League. O craque argentino marcou pela primeira vez pelo clube francês. E do jeito que ele cansou de fazer pelo Barcelona. E logo sobre um técnico que tanto comemorou com ele: Pep Guardiola. Messi, após arrancada e chute indefensável, fechou o triunfo por 2 a 0.

O duelo reuniu dois clubes badalados e apontados como candidatos ao título. Por sinal, PSG e City foram finalistas das últimas edições. Ambos foram vice. Além disso, protagonizaram a semifinal passada, vencida pelos ingleses.

Messi gol PSG City Champions League Messi marcou pela primeira vez pelo PSG | Foto: Uefa

O PSG não empolgou. Apesar de todo o talento, foi pragmático. Abriu o placar e não se importou em contra-atacar. O talento de Messi e Mbappé tratou de definir o jogo. Aos poucos, o trio MNM vai se entrosando. O brasileiro teve a atuação mais discreta deles.

Relacionadas

Shakhtar Inter de Milão Champions League
Jorge Jesus Benfica

Publicidade

Já o Manchester City, apesar do domínio, pagou caro por não ter transformado a maior posse de bola em gols. A vitória do PSG embola o grupo. O clube francês e o Brugge agora têm quatro pontos. O City continua com três, enquanto o Leipzig está zerado.

Na próxima rodada, o PSG recebe o Leipzig, no dia 19 de outubro, às 16h (horário de Brasília), enquanto o Manchester City visita o Brugge, no mesmo dia e horário.

Messi fecha o placar contra o City

O Manchester City começou com mais posse de bola, como costume. E o PSG castigou o rival. Após troca de passes, Mbappé foi lançado pela direita e cruzou para Neymar. Entretanto, o craque brasileiro furou. A sorte é que sobrou para Gueye, que emendou no ângulo: 1 a 0, aos sete minutos.

PSG Manchester City Champions League Gueye solta a bomba para marcar para o PSG | Foto: Uefa

Publicidade

O clube inglês não saiu do roteiro e ainda contou com o recuo do PSG para dominar de vez o jogo. Messi, algumas vezes, precisou auxiliar a marcação pela esquerda, na intermediária defensiva. O City buscava encurralar os franceses. Faltava criar. A chance apareceu no talento de De Bruyne. Com passe de efeito, ele achou Sterling na área. O atacante cabeceou no travessão. No rebote, Bernardo Silva, sem goleiro, também acertou o travessão.

O PSG buscava o contra-ataque e finalmente acertou um, aos 37 minutos. Mbappé foi lançado e tocou para Ander Herrera. Ele obrigou Ederson a mandar para escanteio. Donnarumma também precisou trabalhar do outro lado. Rúben Dias ganhou pelo alto, após cobrança de escanteio, mas parou no goleiro italiano.

Donnarumma também apareceu bem no começo do segundo tempo. Ele evitou o empate, em chute de De Bruyne. O PSG teve chance para ampliar com Neymar, mas o craque brasileiro, após invadir a área pela direita, chutou para fora.

Publicidade

O City dominou, mas não conseguiu furar o PSG e pagou caro. Em contra-ataque, Messi acionou Mbappé, que ajeitou para o craque argentino. Ele chutou da meia-lua e fez 2 a 0, aos 28 minutos. Foi o primeiro gol do astro com a camisa do clube francês.

Donnarumma salvou o PSG de novo, em finalização de Mahrez. O goleiro, por sinal, mostra que a briga com Keylor Navas, pela titularidade, promete. Inclusive, a imprensa europeia aponta que o italiano não anda satisfeito por ser reserva.

O PSG segurou o resultado e passou pelo primeiro grande teste na Champions League.

Brugge surpreende o Leipzig

Publicidade

Após empatar com PSG na estreia, o Brugge aprontou de novo, agora para cima do Leipzig, na Alemanha. O clube belga venceu de virada, por 2 a 1.

Com a vitória, o Brugge surge como o clube que pode complicar a vida de PSG e do Manchester City na briga pela classificação. Este posto era esperado para o Leipzig.

Nkunku fez 1 a 0 para o Leipzig, mas o Brugge buscou a virada. Vanaken e Rits, ainda na primeira etapa, colocaram o clube belga na frente.

Comentários