Publicidade

A crise explodiu de vez no Real Madrid. A eliminação da Copa do Rei, nesta quarta-feira, na derrota por 2 a 1 para o Leganés, no Santiago Bernabéu, acabou com a paciência dos torcedores. Junte-se a isso o decepcionante quarto lugar na Liga Espanhola. Pois bem, agora a imprensa da Catalunha joga lenha na fogueira e diz que o técnico Zinedine Zidane se sente “traído” pelos próprio jogadores.

Cerco fechado sobre Zidane, quem vive sua maior crise no Real Madrid (Divulgação Real Madrid) Cerco fechado sobre Zidane, quem vive sua maior crise no Real Madrid (Divulgação Real Madrid)

De acordo com o jornal “Sport”, Zidane esperava uma resposta convicente dos jogadores do Real Madrid, depois de ter afirmado publicamente que não necessitava de reforços. Contudo, os resultados indicam o contrário, razão pela qual o treinador sente a confiança abalada.

Ainda segundo o diário, Zidane só não deixa o comando técnico do Real Madrid por um motivo: para proteger o filho, Luca Zidane. O jovem goleiro faz parte do Real Madrid B, mas às vezes é utilizado na equipe principal. Aliás, teria sido esse o motivo para as negociações com Kepa, do Atlético de Bilbao, travarem.

Luca Zidane, terceiro goleiro do time principal do Real Madrid (Divulgação) Luca Zidane, filho do técnico do Real Madrid, pivô da suposta crise (Divulgação)

Nepotismo

Publicidade

Zidane considerou que a contratação de mais um goleiro iria travar a evolução do filho, razão que o levou a contrariar as intenções do presidente do Real Madrid, Florentino Pérez

A decisão sobre a continuidade (ou não) do técnico está adiada para depois das oitavas de final da Liga dos Campeões. O Real Madrid terá pela frente o Paris Saint-Germain, de Neymar.

Leia também

Publicidade

Abel Braga tenta repetir fórmula que já deu certo no Fluminense
Flamengo x São Paulo: Rubro-Negro leva vantagem em finais
Neste século, em confronto direto, vantagem é do São Paulo
Por que o futuro de Neymar está longe do Real Madrid
Manchester United fecha as portas para Cristiano Ronaldo
Trio do PSG deixa no chinelo o tridente do Real Madrid: duelo vem aí
Neymar marca quatro gols num jogo pela quinta vez na carreira