Publicidade

Em jogo quente, entre duas seleções do G-4 das Eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo do Qatar, Colômbia e Equador empataram em 0 a 0. A partida foi realizada nesta quinta-feira, em Barranquilla. Com os colombianos jogando em casa, os adversários optaram por um jogo mais truncado, tentando garantir o empate e a terceira posição na tabela de classificação.

Yerry Mina, à direita, faz cara feia, mas não pior do que o futebol apresentado pela sua Colômbia ou pelo Equador - Foto: Guillermo Legaria/Getty Images Yerry Mina, à direita, faz cara feia, mas não pior do que o futebol apresentado pela sua Colômbia ou pelo Equador. Ele fez um gol de mão, devidamente anulado pelo VAR – Foto: Guillermo Legaria/Getty Images

O placar do primeiro tempo foi um reflexo do que se viu em campo, com muitas faltas e muito tempo com a bola parada. Faltou futebol, mas sobraram jogadas duras de ambos os lados, principalmente por parte dos equatorianos. Mas, ainda assim, o Equador teve mais posse de bola, sem dar espaço para a Colômbia.

Leia também

Interesse em Haaland pode fazer o Bayern perder Lewandowski

Publicidade

Real Madrid prepara investida por Pogba e vê Mbappé como trunfo

A temperatura continuou quente no segundo tempo. O ponto alto foi um pênalti confuso para o Equador, que gerou tumulto e obrigou o VAR a entrar no jogo. No lance, Plata dominou a bola na área da Colômbia e foi ao chão, após contato com Cuéllar. Tudo válido, até que o árbitro de vídeo detectou impedimento no lance, anulando a penalidade.

Ainda assim, é certo dizer que a Colômbia foi mais para o jogo do que o Equador, que fez tudo pelo empate. Os colombianos ainda tiveram um lampejo com Mina, que fez um gol aos 54 minutos. Mas o VAR anulou: a bola tocou na mão do zagueiro do Everton antes de entrar.

Relacionadas

Paraguai sofreu duro golpe contra a Bolívia na altitude de La Paz - Foto: Federação Paraguaia
Tite

Comentários