Publicidade

A Colômbia derrubou o Uruguai nos pênaltis e se garantiu na semifinal da Copa América. Neste sábado, no Mané Garrincha, após empate sem gols no tempo normal, os colombianos mostraram frieza e perfeição nas cobranças e ainda contaram com a estrela de Ospina, que defendeu duas cobranças e garantiu o 4 a 2 nas penalidades. Agora, a Colômbia vai enfrentar a Argentina na semi, nesta terça-feira, às 22h (de Brasília), no Mané Garrincha.

O Uruguai se despede da Copa América e mantém uma sina incômoda: desde 2011 que não avança à semifinal do torneio. Naquele ano, a Celeste foi campeã.

Ospina Colômbia x Uruguai Copa América Ospina brilhou na disputa de pênaltis | Foto: Conmebol / Divulgação

O duelo foi equilibrado, de muita disputa, mas com pouca emoção no tempo normal, especialmente no primeiro tempo. A partida parecia que engrenaria na etapa final, mas o roteiro foi para os pênaltis.

Colômbia derruba o Uruguai na Copa América

Publicidade

O primeiro tempo foi muito truncado e de pouca emoção. Uruguai e Colômbia até que tentaram, mas as defesas prevaleceram. Zapata por pouco não ficou cara a cara com Muslera, mas Giménez atrapalhou o rival.

Ex-Palmeiras, Mina foi fundamental para manter o zero no placar. Ele tirou o doce da boca de Cavani. O uruguaio estava pronto para completar cruzamento de Valverde, mas o zagueiro cortou.

Arrascaeta Uruguai x Colômbia Copa América Arrascaeta teve atuação discreta | Foto: Federação Uruguaia de Futebol / Divulgação

No fim do primeiro tempo, Zapata conseguiu se desvencilhar da marcação, mas foi abafado por Muslera. O chute explodiu no goleiro. Muriel pegou o rebote e emendou com força, para fora.

Publicidade

A etapa final começou animada. A Colômbia levou perigo após jogada de Luis Díaz, mas Godín cortou o cruzamento. A resposta do Uruguai foi com Nández. Ele quase surpreendeu Ospina, que conseguiu espalmar a tentativa de cruzamento.

O jogo ficou mais tenso. Muslera apareceu bem e evitou com pé direito o gol de Zapata. O empate sem gol persistiu. A disputa foi para os pênaltis.

A emoção dos pênaltis

Zapata abriu a disputa para a Colômbia e marcou. Cavani empatou para o Uruguai. Davinson Sánchez também converteu. Ospina defendeu a cobrança de Giménez e deixou os colombianos em vantagem.

Publicidade

Mina fez 3 a 1 para a Colômbia. Suárez marcou para o Uruguai: 3 a 2. Borja converteu e deixou os colombianos perto da vaga. Ospina defendeu a cobrança de Viña e garantiu a classificação: 4 a 2.

Comentários