Publicidade

O clima esquentou na Espanha na reta final de transferências. Surgiram informações, de outros clubes, que La Liga teria beneficiado Barcelona e Atlético de Madrid estendendo por alguns minutos o encerramento da janela de transferências para beneficiar os dois clubes.

Três transferências chamaram a atenção de alguns clubes. A chegada de De Jong ao Barcelona, a ida de Griezmann ao Atlético de Madrid e a transferência de Saúl ao Chelsea. O jogador foi cedido aos ingleses pelos atleticanos.

Embora em campo, foi como se Messi fosse um fantasma contra o Atlético de Madrid Barcelona e Atlético de Madrid seriam os queridinhos de La Liga? Mas ela nega (Foto: Gonzalo Arroyo Moreno/Getty Images)

As três transações eram fundamentais para esses clubes. Mas também os clubes teriam dificuldades. Entretanto as concluíram em tempo recorde.

Publicidade

MAIS! Se fosse seleção, PSG seria pódio em valor de mercado

Após a série de acusações, que ganharam coro até mesmo em jornais internacionais, La Liga emitiu um comunicado negando que tenha usado de qualquer artimanha para beneficiar os filiados. O Real Madrid chegou a ironizar a situação em postagens nas redes sociais.

Relacionadas

No comunicado La Liga disse: “Dadas as notícias que surgiram em alguns meios de comunicação e redes sociais sobre o mercado de transferências, a LaLiga quer esclarecer que, como não poderia deixar de ser, não concedeu nenhuma prorrogação. As operações de Griezmann e De Jong entraram dentro do prazo, antes do fechamento de LaLiga Manager. Assim que recebemos a documentação, LaLiga analisa-a sobre as operações”. Assim La Liga encerrou o assunto. Entretanto não convenceu a muitos.

Comentários