Publicidade

O volante alemão Ilkay Gündogan não vai permanecer no Manchester City na próxima temporada. Uma avaliação interna no clube, que contou com o aval do técnico Pep Guardiola, chegou a uma conclusão sobre a saída do atleta. Algo que de certa maneira surpreendeu uma vez que na temporada passada ele foi um dos destaques do time, embora tenha caído de produção nos últimos meses.

Gundogan Manchester City Gundogan perdeu espaço| Foto: LAURENCE GRIFFITHS/POOL/AFP via Getty Images

Segundo o jornal britânico “Daily Mail”, a condição de reserva e o fato de o jogador ter contrato somente até junho de 2023 pesam nesta decisão. Guardiola deixou Gündogan no banco nas últimas semanas, mostrando que o jogador perdeu protagonismo em relaçãop à temporada passada.

Como não pretende renovar com o jogador, de 31 anos, o Manchester City corre o risco de perdê-lo sem ganhar nenhum centavo. A partir de janeiro o jogador está livre para assinar um pré-contrato com outro clube. Assim o City quer agir rapidamente.

Relacionadas

Philippe Coutinho Barcelona
Luis Díaz Liverpool
Haaland

Publicidade

Outro fator que pesa demais no desejo do Manchester City de vender o alemão é o desejo de usar o dinheiro para contratar o holandês Frenkie de Jong. O Barcelona aceita negociar o meia e o City quer a aquisição.

O Manchester City está atuando no mercado da bola mesmo antes da abertura oficialmente da janela de transferências. O clube já acertou a contratação do artilheiro norueguês Erling Haaland, que se destacou no Borussia Dortmund. Além disso mira outros reforços. Mas com nomes mantidos em sigilo.

Comentários