Publicidade

O Chelsea conquistou sua segunda Supercopa da Europa, nesta quarta-feira, ao derrotar o Villarreal nos pênaltis, por 6 a 5  (tempo normal de prorrogação, 1 a 1), no Windsor Park, em Belfast, Irlanda do Norte. A competição promove o encontro em jogo único, entre o campeão da Champions League e o vencedor da Liga Europa. Chelsea e Villarreal, respectivamente, ganharam esse direito. Ziyech abriu o placar no primeiro tempo, com Moreno empatando na segunda etapa.

O jogo foi para a prorrogação, permanecendo o placar. Na decisão por pênaltis, Havertz desperdiçou a cobrança do Chelsea. Mandi e Albiol perderam as cobranças do Villarreal. No fim, vitória por 6 a 5 para os ingleses. Os ingleses haviam vencido sua primeira Supercopa em 1998. No entanto, perdeu em 2012, 2013 e 2019. O Villarreal, entretanto, jogou pela primeira vez a partida. Os maiores campeões da Supercopa são Barcelona e Milan, com cinco conquistas cada.

O Chelsea teve mais vontade no primeiro tempo, até exagerando: esse lance valeu o cartão amarelo para o zagueiro Rüdiger (Foto: Imago)

Com mais posse de bola, o Chelsea dominou o primeiro tempo, embora o Villarreal tentasse algumas investidas no ataque, mas sem efeito. Assim, os ingleses foram mais perigosos, abrindo o placar com Ziyech, após boa jogada de Havertz, que cruzou rasteiro da esquerda. Ziyech foi rápido, batendo da marca do pênalti, superando Asenjo. O jogo ficou assim no primeiro tempo.

Leia também

Publicidade

Azedou? Milan pisa no freio em relação a James Rodríguez

Para o lugar de Lukaku? Inter de Milão tem novo alvo para o ataque

Por um sinal! Real Madrid não vai fazer nenhuma ação por Mbappé

Segundo tempo

O Villarreal veio com mais vontade no segundo tempo, e foi premiado com o gol do empate. Mas havia mais jogo pela frente (Foto: Imago)

Publicidade

Com o placar a seu favor, o Chelsea diminuiu o ritmo e o Villarreal passou a dominar. Os espanhóis criaram inúmeras chances, sem dar chance de contra-ataque ao adversário. Assim, o que se viu foi uma inversão do primeiro tempo. E tanto o Villarreal bateu que chegou lá, em trama de Gerard Moreno e Dia. Eles fizeram tabela rápida, entrando na área do Chelsea como bem queriam. Dia recebeu passe cruzado no canto direito da pequena área, mas estava marcado. Ele tocou de calcanhar para o mesmo Gerard Moreno tocar colocado, pelo alto, empatando o confronto.

Relacionadas

Mbappé

Só então o Chelsea resolveu voltar ao jogo, descendo ao ataque, agora ameaçando mais o Villarreal. E foi assim na prorrogação, com os ingleses levando muito perigo ao gol espanhol. O segundo tempo, por exemplo, foi ataque contra defesa praticamente. Na decisão por pênaltis, Havertz desperdiçou a cobrança do Chelsea. Mandi e Albiol perderam as cobranças do Villarreal. No fim, vitória por 6 a 5 para os ingleses.

Comentários