Publicidade

Quem diriam, mas o Chelsea não tem dinheiro nem para trocar de roupa. Esse é o motivo de o clube londrino ainda não ter conseguido retirar de sua camisa a marca da patrocinadora do clube, a gigante de telecomunicações Three.

Roman Abramovich está de mãos atadas (Foto: Getty)

Por conta da ligação do bilionário Roman Abramovich com o Governo da Rússia, o russo e o clube da Inglaterra sopfreram sanções financeiras. Assim tem limitações e não conta com nenhum dinheior em caixa.

Diante dessa situação o Chelsea não consegue mandar confeccionar novos uniformes sem a marca do patrocinador. A empresa pediu que o contrato fosse rompido por não aceitar a ligação do Chelsea com a Rússia.

Relacionadas

Benzema Real Madrid PSG Champions League
Thomas Müller
Pedri Barcelona
Robert Lewandowski

Publicidade

O pedido do patrocinador foi feito na semana passada e depois disso o Chelsea jogou duas vezes com a marca dele estampada. Segundo o portal “Goal”, o fato vai se repetir nesta quarta-feira, quando o time duela com o Lille pela Champions League.

Nos próximos dias o Chelsea tenta um acordo com a Nike, fornecedora de material esportivo, para que seja encontrada uma solução para o problema. A Nike ainda mantém o contrato ativo. Além da Three, romperam com o clubeHyundai e Zapp.

Comentários