Publicidade

O Chelsea ‘fez uma oferta inicial de £ 33 milhões’ – cerca de R$ 250 milhões – ao Barcelona por Frenkie de Jong. Mas deve enfrentar a concorrência do Bayern de Munique. O jogador holandês tem sido uma grande decepção desde que chegou ao Camp Nou, vindo do Ajax em 2019.

Frenkie De Jong perde espaço no Barcelona para jovens, mas ganha mercado na Europa - Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images Frenkie De Jong perde espaço no Barcelona para jovens, mas ganha mercado na Europa – Foto: Alexander Hassenstein/Getty Images

Embora o jogador de 24 anos seja titular regular do Barcelona, está longe do padrão esperado para uma contratação de £ 65 milhões – em torno de R$ 490 milhões – na época. Assim, o Barcelona está preparado para amenizar essa perda. Consequentemente, vários dos principais clubes europeus se moveram, interessados em De Jong.

Leia também

Bayern e City monitoram De Jong, mas Barcelona tem carta na manga de R$ 2 bilhões

Publicidade

Van Dijk, De Jong, Robben… os holandeses mais caros do mercado da bola

De Jong é o 5º reforço mais caro do Barcelona: brasileiros dominam lista

O El Nacional informa que o Chelsea fez uma oferta de abertura, mas fica aquém da avaliação de £ 50 milhões – ou R$ 378 milhões, em moeda atualizada – do Barcelona. No entanto, o Chelsea calcula que o clube catalão pode até aceitar um preço mais baixo, de £ 42 milhões – em torno de R$ 317 milhões. Assim,  a proposta do Chelsea para garantir De Jong estaria dentro da realidade.

Publicidade

Os ingleses se baseiam no surgimento de Gavi e Nico Gonzalez, jovens da base do Barcelona, que ganharam espaço com o técnico Xavi. Significa que De Jong pode em breve ser um excedente às necessidades do Barça. Assim, a solução seria mesmo se desfazer do jogador holandês.

Relacionadas

Pogba Manchester United
O uruguaio Ronald Araujo, autor do gol do Barcelona no jogo | Foto: Fran Santiago/Getty Images
Dybala

Entretanto, o técnico do Bayern de Munique, Julian Nagelsmann, é um conhecido admirador de De Jong. A notícia que circula é de que ele pediu ao clube alemão para analisar se um acordo pode ser concluído. Sem falar no Manchester City, que também está ligado no holandês. Vale citar que De Jong marcou 10 gols e contribuiu com 14 assistências em 117 partidas pelo Barcelona.

Comentários