Publicidade

O Borussia Dortmund mandou um novo sinal sobre Erling Haaland, agora com uma dose de ironia. Dirigente do clube alemão, Michael Zorc abordou a possibilidade de o Chelsea oferecer 175 milhões de euros (R$ 1 bilhão) pelo centroavante, conforme a imprensa inglesa aponta.

Zorc não acredita que o Chelsea possa chegar a este valor. De qualquer maneira, o clube alemão bate o pé e garante que não pensa em vender Haaland.

Haaland Borussia Dortmund Haaland é alvo do Chelsea, mas Dortmund faz jogo duro | Foto: Imago Images

– É uma coisa hipotética, porque uma oferta deste valor não existe. Nem se espera. Somos um clube de futebol que está orientado para o sucesso esportivo e, neste momento, os acionistas têm consciência de que não precisamos vender Haaland para equilibrar as contas. Quanto aos números, isso só acontece porque alguém, os clubes interessados, ainda estão sonhando com a Superliga Europeia – declarou Zorc, ao “Ruhr Nachrichten”.

Relacionadas

Pogba
Grealish
David Luiz Arsenal

Publicidade

A ironia do dirigente foi em cima da tentativa frustrada de clubes para a criação da Superliga Europeia. Dortmund e Bayern de Munique rechaçaram a ideia logo de cara.

MAIS! Lenda do Arsenal, Arsène Wenger pode ter novo desafio na carreira

Alfinetadas à parte, o cartola do Borussia Dortmund reforça que Haaland não vai deixar o clube neste mercado da bola.

Publicidade

LEIA MAIS! Arsenal cresce os olhos para cima de volante da Seleção Olímpica

– O próprio jogador já foi muito claro ao dizer que vai continuar a jogar aqui – acrescentou.

Comentários