Publicidade

A caminhada da Seleção Brasileira rumo à Copa do Mundo de 2022, no Qatar, começa nesta sexta-feira. O Brasil encara a Bolívia, às 21h30, na Neo Química Arena, o estádio do Corinthians, pela 1ª rodada das Eliminatórias. E foi justamente neste torneio que Tite iniciou sua trajetória à frente da Seleção. Do dia 1º de setembro de 2016, data do primeiro jogo do técnico, contra o Equador, até agora, ele comandou o Brasil em 48 jogos, nos quais soma 100 gols. Quem é o artilheiro da era Tite? É um atleta que ele não terá à disposição neste momento.

Gabriel Jesus, Seleção Brasileira Alô, mãe! Gabriel Jesus é o artilheiro da era Tite na Seleção Brasileira | Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

O atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, é o artilheiro da era Tite, com 18 gols. Jesus, inclusive, debutou no time principal com o técnico. Os dois estrearam pela Seleção contra o Equador. Na ocasião, ele marcou duas vezes. Gabriel Jesus até foi convocado para estes dois jogos pelas Eliminatórias, mas, lesionado, teve de ser cortado. Matheus Cunha, do Hertha Berlim, foi chamado para o lugar de Jesus.

LEIA MAIS! Os motivos para acreditar que Messi vai brilhar nas Eliminatórias

Publicidade

Tite não terá seu principal artilheiro neste momento, mas conta com quem aparece na segunda, na terceira e na quarta colocações: Neymar (o craque, por sentir dores na região lombar, é dúvida para o jogo contra a Bolívia), Philippe Coutinho e Roberto Firmino.

Tite na Seleção

Em 48 jogos sob o comando de Tite, o Brasil não balançou a rede em sete oportunidades. A maior goleada imposta pela Seleção foi sobre Honduras: 7 a 0. Por duas vezes, a Seleção Brasileira venceu por 5 a 0 (Peru e El Salvador). Ao todo, 23 atletas marcaram para o Brasil.

Tite, Seleção Brasileira Tite e Seleção Brasileira iniciam caminhada rumo à Copa de 2022 | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

O último jogo da Seleção Brasileira aconteceu em 11 de novembro do ano passado, em amistoso contra a Coreia do Sul. A pandemia da Covid-19 fez com que o calendário sofresse alterações. E quem balançou a rede naquela ocasião? Lucas Paquetá, Philippe Coutinho e Danilo. Paquetá não foi convocado por Tite para estes dois compromissos pelas Eliminatórias. Coutinho e Danilo, sim.

Os principais artilheiros da era Tite na Seleção Brasileira

Publicidade

1º – Gabriel Jesus – 18 gols

O atacante do Manchester City é o principal artilheiro da era Tite. Sofreu com críticas na Copa do Mundo de 2018, mas deu resposta na sequência.

Gabriel Jesus, Seleção Gabriel Jesus tem faro de artilheiro | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

2º – Neymar – 15 gols

Publicidade

Craque da Seleção Brasileira, ficou fora de convocações por lesões nos últimos anos, como na Copa América de 2019, por exemplo. Protagonista, Neymar é sempre expectativa de gols para o time de Tite.

Neymar, Seleção Brasileira Neymar é sempre expectativa de gol | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

3º – Philippe Coutinho – 13 gols

O meia-atacante do Barcelona conquistou a confiança de Tite ao longo da trajetória do técnico à frente da Seleção Brasileira. Mesmo em baixa em alguns momentos, Coutinho costuma sempre ser lembrado. O talento e os 13 gols explicam o lugar dele na Seleção.

Philippe Coutinho, Seleção Brasileira Coutinho é homem de confiança de Tite | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Publicidade

4º – Roberto Firmino – 9 gols

O atacante do Liverpool é sempre uma opção interessante para o setor ofensivo da Seleção Brasileira. Entre jogos como titular e aqueles em que sai do banco, é o quarto maior artilheiro da era Tite.

Roberto Firmino, Seleção Firmino é outra excelente opção ofensiva de Tite na Seleção Brasileira | Foto: Rafael Ribeiro / CBF / Divulgação

5º – Paulinho – 8 gols

Publicidade

O volante do Guangzhou Evergrande, da China, não entra em campo pelo Seleção desde o fim de 2018 – atuou no amistoso com Camarões. Paulinho perdeu espaço a partir de 2019. Dos oito gols marcados pelo Brasil, destaque para o hat-trick sobre o Uruguai no Estádio Centenário, em Montevidéu.

Paulinho, Seleção Volante-artilheiro, Paulinho sempre chega ao ataque | Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação

Todos os atletas que marcaram na era Tite

Gabriel Jesus – 18 gols
Neymar – 15 gols
Philippe Coutinho – 13 gols
Roberto Firmino – 9 gols
Paulinho – 8 gols
Richarlison – 6 gols
Miranda – 3 gols
Willian – 3 gols
Thiago Silva – 3 gols
Everton – 3 gols
Casemiro – 3 gols
Renato Augusto – 2 gols
Marcelo – 2 gols
Diego Souza – 2 gols
Lucas Paquetá – 2 gols
Filipe Luís – 1 gol
Dudu – 1 gol
Taison – 1 gol
Marquinhos – 1 gol
Alex Sandro – 1 gol
David Neres – 1 gol
Daniel Alves – 1 gol
Danilo – 1 gol