Publicidade

Em ritmo de treino mesmo em uma Champions League. Pode parecer estranho. Mas foi assim que o Bayern de Munique derrotou o Barcelona por 3 a 0 no Nou Camp, em Barcelona, pela primeira rodada do Grupo E da Liga dos Campeões.

Jogando um futebol burocrático e dando a impressão de que queria apenas perder de pouco, o Barcelona razia na memória os 8 a 2 sofridos para o Bayern na edição de 2020. Assim ficou a maior parte do tempo na defesa e foi amplamente dominado.

Bayern comemora o gol que abriu o placar no Nou Camp (Foto: Bayern/Divulgação)

Com Müller e Lewandowski deixando a sua marca, o Bayern não teve grandes problemas para se impor e conquistar os primeiros três pontos.

Publicidade

MAIS! 20 jogadores que podem roubar a cena na Champions League

A próxima rodada deste Grupo E vai acontecer no dia 29 de setembro. O Bayern de Munique vai estrear diante de sua torcida, em Munique, enfrentando o Dínamo de Kiev. Já o Barcelona vai ao Estádio da Luz, em Lisboa, duelar com o Benfica.

Bayern foi mais time desde o começo

Bayern de Sané dominou as ações contra o Bayern (Foto: Uefa)

O Bayern de Munique tentava controlar as ações diante de um Barcelona acuado, ainda trazendo na memória a goleada de 2020. Assim a primeira chance foi dos alemães aos 18 minutos. Pavard cruzou da linha de fundo na direita, Sané dominou bem pela esquerda, dentro da área, e chutou com violência. Entretanto Ter Stegen fez grande defesa.

Relacionadas

Jorge Jesus Benfica Champions League
Vinicius Júnior Real Madrid
Neymar PSG

Publicidade

Jogando melhor e contra um time que se recusava a atacar o Bayern abriu o placar aos 33 minutos. Com o Barcelona bem fechado, o time alemão contou com a sorte para chegar ao gol. Müller chutou de fora da área, a bola desviou em Eric García e matou o goleiro alemão.

Bayern ampliou no começo do segundo tempo

Lewandowski e Piqué: um duelo comum na Champions (Foto: Uefa)

Ter Stegen já tinha salvo um chute de Sané quando o Bayern ampliou na volta para o segundo tempo. Aos dez minutos Musiala chutou com firmeza da entrada da área, a bola bateu na trave esquerda e procurou os pés de Lewandowski. Assim ficou fácil para o polonês fazer o seu.

MAIS! Os craques mais caros da Champions League

Publicidade

Foi a senha para Ronald Koeman colocar garotos em campo e até mesmo tentar um Philippe Coutinho ainda longe da sua melhor forma física. Assim o Barcelona se tornou uma presa ainda mais fácil para os alemães.

Aos 40 minutos o Bayern fechou o caixão. Após chute na trave de Gnabry, Lewandowski pegou o rebote, deixou Piqué sentado no chão e chutou com o goleiro já batido: 3 a 0.

Empate no outro jogo

Benfica fez um jogo equilibrado com o Dínamo (Foto: Uefa)

Na outra partida do grupo o Benfica de Jorge Jesus foi visitar o Dínamo de Kiev na Ucrânia e ficou no empate sem gols.

Publicidade

O resultado foi positivo  para o Benfica, uma vez que o time português é tido como o concorrente do Barcelona pela segunda vaga da chave. Isso em um cenário de domínio do Bayern.

MAIS! Joia do Dortmund provoca Guardiola e Klopp

Com os jogos encerrados, o Bayern lidera com três pontos, seguido de Dínamo e Benfica com um ponto. O Barcelona segura a lanterna sem ter pontuado.

Publicidade

 

 

Comentários