Publicidade

O Bayern de Munique deve colocar à venda um nome importante do elenco no mercado da bola. O clube alemão quer evitar um novo “caso Alaba” e perder de graça um jogador de peso. Sendo assim, eles pretendem adotar a “fórmula Thiago Alcântara” com Kingsley Coman.

Com contrato até 2023, Coman não chega a acordo para ampliar o vínculo. O atacante francês, de 25 anos, pede uma robusta valorização salarial. O Bayern de Munique não está disposto a dar os valores pretendidos pelo atacante.

Coman Bayern de Munique Coman deve ser vendido pelo Bayern de Munique | Foto: Joosep Martinson/Getty Images

As conversas se arrastam. No momento, a renovação é considerada muito difícil, porque as partes não cedem. Sendo assim, o Bayern de Munique já avalia a possibilidade de vender Coman em 2022, para evitar o risco de perdê-lo de graça, o que aconteceu com Alaba.

Relacionadas

Solskjaer Manchester United
Vinícius Júnior infernizou a defesa do Barcelona, mas dessa vez não marcou - Foto: David Ramos/Getty Images

Publicidade

O Bayern de Munique não se acertou com Alaba e viu o zagueiro austríaco ir para o Real Madrid. Com Coman, o clube bávaro quer repetir o expediente adotado com Thiago. Como tinha apenas mais um ano de vínculo e não deveria renovar, o meia foi vendido para o Liverpool, mesmo que por um preço menor do que valia.

MAIS! Real Madrid torce por Solskjaer para fechar com Paul Pogba

Coman deve ter um desfecho parecido. O Bayern deve colocá-lo à venda no mercado da bola de 2022.

Comentários