Publicidade

David Alaba foi um dos grandes protagonistas do clássico Barcelona x Real Madrid, graças ao golaço na vitória aos ‘Blancos’. Sem falar na grande atuação defensiva só maculada pelo escorregão no último minuto que levou ao placar final de 2 a 1, com o gol de Kun Agüero para o Barça. No entanto, a força defensiva exibida pelo Real Madrid no Camp Nou não pode ser explicada sem a ajuda de Eder Militão.

Éder Militão Real Madrid Éder Mitão se consolida cada vez mais na zaga do Real Madrid | Foto: Imago Images

Leia também

Mbappé está mais perto de Madrid, mas PSG já escolheu o substituto

Mensagens antigas desmentem versão de que Vinícius Júnior preferia o Barcelona

Publicidade

O zagueiro brasileiro liderou a retaguarda do seu time, dominando o setor direito, área por onde Memphis Depay, Jordi Alba ou Ansu tentaram golpear. Tentaram explorar a condição de Lucas Vázquez, improvisado como lateral direito, mas não tiveram sucesso. Assim, Militão ajudou seu companheiro mostrando que melhorou um de seus pontos fracos: a concentração.

O carioca só falhou uma vez com o Memphis Depayve, embora tentasse se corrigir, a jogada não foi adiante, pois Gianni Dest falhou no lance. Isso quando ainda havia 0 a 0 no placar. A partir daí, Militão não falhou mais, formando uma parceria com David Alaba. Fez com que a dupla formada por Raphael Varane e Sergio Ramos caísse no esquecimento de uma só vez.

Relacionadas

Firmino Liverpool
Mourinho Roma

No total, Militão recuperou quatro bolas, só errou quatro dos 38 passes que tentou, foi driblado apenas uma vez e teve de cometer duas faltas. Nada mau para um clássico do naipe de um Barcelona x Real Madrid.

Comentários