Publicidade

Xavi Hernández vai precisar gastar mais lábia para dobrar o Al-Sadd e conseguir a liberação para ir para o Barcelona. A quinta-feira foi de reunião entre o treinador e o clube do Qatar, ainda sem sucesso. As conversas continuam nesta sexta.

O Al-Sadd, até aqui, faz jogo duro. A multa rescisória de Xavi é de 5 milhões de euros (R$ 32,2 milhões). O Barcelona e Xavi buscam um desconto e também um parcelamento. Até agora, nada feito.

Xavi Al-Sadd Barcelona Xavi tenta resolver situação para ir para o Barcelona | Foto: Al-Sadd / Divulgação

O Barcelona conta com dirigentes em Doha, para finalizar o assunto. Entretanto, o presidente do clube, Joan Laporta, não viajou. A presença do dirigente era uma exigência do Al-Sadd para definir o tema de forma amistosa.

Relacionadas

Adeyemi Salzburg
Haaland

Publicidade

O clube espanhol tem pressa em definir o retorno de Xavi, ídolo do clube, agora como técnico. Ele é o escolhido para substituir a Ronald Koeman, demitido. O Al-Sadd é a “barreira” que falta superar.

MAIS! Demissão de Koeman empurra Coutinho para fora do Barcelona

Xavi e o Barcelona têm acordo. A sexta-feira pode ser decisiva para o técnico e o clube espanhol: vão tentar dobrar o Al-Sadd mais uma vez.

Comentários