Publicidade

Sergio Agüero está de saída do Manchester City. Mas naquele que pode ser seu último jogo oficial pelo clube ele pode conquistar a Champions League. O argentino desembarcou em Manchester em 2011 e prometeu que jamais deixaria o clube sem esta conquista. Assim a sua responsabilidade cresce. Além disso ele pode sair da lista de craques que nunca ganharam a Champions League.

A cobiçada Champions League, muitas das vezes, é cruel. Craques perseguem o sonhado título por toda a carreira, mas a glória não é alcançada por todos. Uma lista de peso, com craques de renome, não conseguiu levantar a famosa taça, popularmente chamada de “Orelhuda”. O Mais Que Um Jogo relembra 20 craques que nunca conquistaram a Champions.

Agüero conquistou a idolatria do City. Mas nunca ganhou a Champions League (Foto: Uefa)

A lista conta com craques que ganharam o prêmio de melhor do mundo e foram campeões mundiais. E também atletas que se destacaram por anos e até viraram lendas em seus clubes.

Publicidade

MAIS! Lembre todos os brasileiros campeões da Champions League

Brasileiros integram o seleto grupo

Dentre os brasileiros não tem como não citar Romário. O Baixinho bateu na trave. Com a camisa do Barcelona, Romário chegou à final da edição 1993/1994, mas foi derrotado pelo Milan por 4 a 0.
A exemplo de Romário, é mais um craque brasileiro eleito melhor do mundo que não conquistou a Champions. Ronaldo disputou seis edições do torneio. A fase mais avançada que chegou foi na semifinal, pelo Real Madrid, na temporada 2002/2003, quando caiu para a Juventus.

Relacionadas

Dani Olmo
Aurier Tottenham
Haaland Dortmund

Careca brilhou com a camisa do Napoli. Careca conquistou título da Liga Europa, na edição 1988/1989 – fez gol nos dois jogos da final -, mas não teve sucesso na principal competição europeia. Outro craque dos anos 80, Falcão ganhou o apelido de Rei de Roma. Ele brilhou com a camisa do clube italiano e quase conquistou a Champions League: perdeu nos pênaltis para o Liverpool na decisão da temporada 1983/1984.

Galeria de Fotos

Publicidade

Saindo do Brasil, Maradona liderou o Napoli no título da Liga Europa, mas não conseguiu o mesmo sucesso na Champions League. Já Roberto Baggio, que perdeu pênalti na final contra o Brasil da Copa do Mundo de 1994, foi um dos principais jogadores da Itália da década de 80 e 90. Também falhou na missão de ganhar uma Champions League.

Artilheiros e melhores do mundo na lista

Romário jogou pouco na Europa. Mas tinha bola para se aposentar lá (Foto: Barcelona)

Melhor do mundo de 1995, o atacante liberiano Weah disputou no máximo semifinal de Champions League, na edição 1994/1995, defendendo as cores do Paris Saint-Germain, que caiu para o Milan. Campeão do mundo em 1990, Lottar Matthäus, que foi melhor do mundo no ano seguinte, conquistou a Liga Europa duas vezes, mas não obteve o sonhado título de Champions League. E de forma cruel, pois estava no Bayern de Munique que levou a virada do Manchester United nos acréscimos na final de 1999. Companheiro de Matthäus na seleção alemã, Klinsmann ganhou a Liga Europa duas vezes, mas não conseguiu a Champions League. Klinsmann, com a camisa do Monaco, parou na semifinal da edição 1993/1994, ao ser derrotado pelo Milan.

MAIS! Prêmio Melhor do Mundo está nivelado por baixo

Publicidade

Alan Shearer, maior artilheiro da história da Premier League, com 260 gols, o ex-atacante foi um dos principais nomes da Inglaterra de sua época. Não teve sucesso na Champions League. Já o controverso Cantona, atacante francês, atingiu a semifinal da Champions League da edição 1996/1997, com a camisa do Manchester United, que foi eliminado pelo Borussia Dortmund.

Maradona, Napoli, Champions League Maradona é ídolo do Napoli. Mas sem a Champions League (Foto; Napoli / Divulgação)

O holandês Bergkamp esbanjava talento e brilhou por Ajax, Inter de Milão e Arsenal. Ganhou a Liga Europa duas vezes, mas bateu na trave na Champions League. Na última temporada da carreira, viu o Barcelona levar a melhor sobre o Arsenal na final de 2005/2006.

MAIS! Lembre finais de Champions League entre clubes do mesmo país

Publicidade

Melhor do mundo em 2006, o zagueiro Cannavaro ganhou Copa do Mundo e Liga Europa. Já na Champions, o máximo que alcançou foi a semifinal, na edição 2002/2003, com a camisa da Inter de Milão, que caiu para o rival Milan.

Veteranos bom de bola aumentam a lista

Artilheiro de três edições de Champions League, o centroavante holandês Nistelrooy alcançou a semifinal da temporada 2001/2002, com a camisa do Manchester United, que caiu para o Bayer Leverkusen. Já Nedved, meia tcheco que foi ídolo da Juventus, amargou um vice-campeonato de Champions League, na temporada 2002/2003, para o Milan. Nedved, suspenso, não pôde jogar a final daquela edição. Totti, que defendeu a Roma por toda a carreira e, também por isso, é um dos maiores ídolos do clube. Porém, não teve muita sorte (sucesso) na Champions League.

Ibrahimovic festeja gol pelo Milan - Foto: MIGUEL MEDINA/AFP via Getty Images Ibrahimovic festejou muitos gols. Mas nunca levou a Champions League (Foto: AFP via Getty Images)

Ainda em atividade, Ibrahimovic abre a fila dos craques sem Champions. O Gigante sueco, atualmente no Milan, já disputou a Champions League por sete clubes diferentes. Ibra está no Top 10 dos maiores artilheiros da história do torneio.  Mas a fase mais avançada que disputou foi a semifinal, pelo Barcelona, na temporada 2009/2010, quando caiu para a Inter de Milão. Assim continua sem o caneco.

Publicidade

MAIS! Relembre tragédias que mudaram a rotina do futebol pelo mundo

Aos 42 anos, o goleiro Buffon continua em busca do sonhado título da Champions League. Buffon já bateu na trave três vezes – perdeu três finais com a Juventus, para o Milan, em 2003, para o Barcelona, em 2015, e para o Real Madrid, em 2017. Mas garantiu que não vai encerrar carreira. Assim vai continuar no páreo.

Comentários