Publicidade

O retorno de Xavi Hernández ao Barcelona tem sido marcado por capítulos tensos. O desta sexta-feira que o diga. O Al-Sadd anunciou a liberação do técnico e que a multa rescisória seria paga pelo clube espanhol. Entretanto, o Barça precisou buscar uma solução.

O comunicado do Al-Sadd pegou o Barcelona de surpresa e até irritou o clube espanhol. É que o Barça buscava um jeito de se livrar ou de diminuir o valor da multa. O Barcelona não pode pagar os 5 milhões de euros (R$ 32,2 milhões) da cláusula rescisória em função do fair-play financeiro.

Xavi Al-Sadd Barcelona Xavi vai voltar ao Barcelona | Foto: Al-Sadd / Divulgação

Agora, Barcelona e Xavi Hernández se aproximam da solução. Eles vão dividir o “boleto”. O técnico vai pagar a parte dele em eventos promocionais pelo Al-Sadd, como uma forma de divulgar o clube e o Qatar.

Relacionadas

Vinicius Júnior Seleção Brasileira
Vlahovic Fiorentina
Cristiano Ronaldo Manchester United

Publicidade

Esta alternativa também mostra o esforço de Xavi para voltar ao Barcelona. Ele é o escolhido para substituir Ronald Koeman, demitido recentemente. O Barça ainda precisa arcar com a indenização do holandês e tem mais um boleto de 2,5 milhões de euros (R$ 16,1 milhões) para pagar.

Real Madrid planeja esforço por zagueiro mais cobiçado do mercado

Um dos principais nomes da história recente do Barcelona, Xavi retorna ao clube com a missão de recolocar o time nos trilhos. Ele estava no Al-Sadd desde a temporada 2019/2020.

Comentários