Publicidade

Um dos mais tristes capítulos da história do futebol português foi vista na noite de segunda-feira. Torcedores da facção “Diabos Vermelhos”, organizada do Benfica, atacaram a “Torcida Verde”, facção do Sporting. O fato aconteceu na porta do Estádio José Alvalade, em Lisboa. Ao todo 12 pessoas ficaram ferida, mas receberam atendimento e estão fora de perigo.

O fato que torna o episódio ainda mais lamentável é que o ataque aconteceu durante a preparação de uma homenagem da Torcida Verde as seus adeptos mortos por conta da pandemia do Coronavírus. Uma coreografia estava sendo preparada. Além disso os torcedores do Sporting foram surpreendidos de forma covarde.

Torcida do Sporting foi vítima de ataque. Além disso ato foi em evento da Covid (Foto: Sporting/Divulgação)

A violência também chamou atenção. Dois carros e uma moto com torcedores do Benfica partiram em direção aos torcedores rivais. O objetivo era atropelar os rivais. Além disso os benfiquistas arrastaram um rival pelas roupas.

Publicidade

A diretoria do Sporting se manifestou via nota oficial: “O Sporting Clube de Portugal repudia veemente os atos de violência gratuita contra a Torcida Verde. Situações desta natureza não dignificam o Desporto nacional nem são representativas do Futebol em particular.”.

Relacionadas

Haaland Borussia Dortmund

Benfica lamentou episódio

O Benfica também se manifestou lamentando a postura de sua torcida: “Na sequência dos acontecimentos ocorridos esta tarde, envolvendo adeptos do Benfica e do Sporting, a direção do Sport Lisboa e Benfica reafirma o seu total repúdio e distanciamento face a qualquer ato de violência.”.

A Liga Portuguesa de Futebol deverá abrir um processo para verificar todo o incidente e pode proibir a presença de torcedores da facção Diabos Vermelhos nos estádios. A rivalidade entre os clubes aumentou por conta da boa campanha do Sporting, que lidera o Campeonato Português e deve conquistar um título que não vê desde o começo do século. Assim a Liga deverá reforçar o policiamento em jogos dos clubes.

Comentários