Publicidade

Guerrero, do Flamengo, e Luan, do Grêmio, estão em alta e na briga pelo posto de Rei da América. Eles concorrem ao prêmio de melhor jogador do continente, dado pelo jornal “El Pais”, do Uruguai, desde 1986, com três argentinos: Scocco, do River Plate, Acosta, do Lanús, e Benedetto, do Boca Juniors. O vencedor será anunciado em dezembro. No ano passado, Borja, atualmente no Palmeiras e que defendia o Atlético Nacional, faturou a honraria.

Rei da América! Luan e Guerrero na briga | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA e Gilvan de Souza / Flamengo

No momento, Guerrero está suspenso provisoriamente por doping. Ele, inclusive, será julgado nesta quinta-feira. O atacante é um dos principais nomes do Flamengo e tem 20 gols na temporada. Luan é o destaque do Grêmio. O atacante de 24 anos soma 17 gols em 2017, sendo sete na Libertadores.

De 1986 para cá, seis brasileiros já foram o Rei da América: Bebeto (1989), Raí (1992), Cafu (1994), Romário (2000), Neymar (2011 e 2012) e Ronaldinho (2013).

Publicidade

Leia mais
No mercado! Júlio César descarta aposentadoria por enquanto e aguarda propostas
Daniel Alves solta o verbo: ‘Deixei a Juventus porque não me divertia’
Xô, degola: o que Vitória, Coritiba, Sport e Avaí têm de fazer para escapar da queda
Vagas na Libertadores: o que Flamengo, Vasco, Botafogo, Chapecoense e Galo precisam
Falhas de Muralha: futebol é rico em erros de ‘pressionados’
A meta (praticamente de artilheiro) de Paulinho no Barcelona

Mercado da bola: veja quem pode chegar e quem pode sair do seu clube
Vídeo: conheça o Benevento, o Íbis da Europa

Dois brasileiros concorrem ao prêmio de melhor técnico: Tite, pela Seleção Brasileira, e Renato Gaúcho, do Grêmio. Os outros indicados são Jorge Almirón (Lanús), Marcelo Gallardo (River Plate) e Ricardo Gareca (seleção peruana).

Seleção da temporada

O “El Pais” também apontou, com votos de 14 jornalistas da América Latina e da Europa, os indicados para a seleção do continente da temporada. São 50 nomes na briga, sendo que 13 atuam no futebol brasileiro: Marcelo Grohe (Grêmio), Fágner (Corinthians), Trauco (Flamengo), Guilherme Arana (Corinthians), Pedro Geromel (Grêmio), Balbuena (Corinthians), Mina (Palmeiras), Arthur (Grêmio), Hernanes (São Paulo), Thiago Neves (Cruzeiro), Cazares (Atlético-MG), Cueva (São Paulo) e Jô (Corinthians).