Publicidade

O zagueiro Lúcio foi anunciado, nesta quinta-feira, como reforço do Gama para 2018. Aos 39 anos, é o único pentacampeão mundial com a Seleção Brasileira ainda em atividade e com destino certo. Kaká não pendurou as chuteiras, mas tem futuro indefinido desde que saiu do Orlando City. Ele deixou no ar a possibilidade de se aposentar, seguindo o caminho dos demais pentacampeões.

Acerto com o zagueiro pentacampeão mundial foi anunciado nesta quinta-feira (Foto: Reprodução Instagram) Lúcio vai defender o Gama em 2018  (Foto: Reprodução Instagram)

Os outros 21 atletas que conquistaram o pentacampeonato pela Seleção da Copa do Mundo, em 2002, na Coreia do Sul e no Japão, já se aposentaram. Muitos deles continuam no meio do futebol.

Agora técnicos

Quatro integrantes da geração do penta hoje são técnicos de futebol: Roque Júnior, Roberto Carlos, Ricardinho e Rogério Ceni. Zagueiro titular em 2002, Roque Júnior comandou o Ituano este ano. Roberto Carlos é treinador do South Melbourne. Ricardinho é o novo técnico do Londrina, enquanto Ceni assumiu o Fortaleza.

Rogério Ceni na época que dirigia o São Paulo (Foto: Rubens Chiri/Divulgação) Rogério Ceni vai comandar o Fortaleza em 2018 (Foto: Rubens Chiri/Divulgação)

Agora dirigentes

Publicidade

Dois pentacampeões são dirigentes. Vampeta é o presidente do Audax, enquanto Juninho Paulista preside o Ituano. Belletti trabalhou na área de marketing do Coritiba este ano, assim como Rivaldo também foi dirigente do Mogi Mirim. Gilberto Silva foi diretor de futebol do Panathinaikos.

Comentarista

Denilson é comentarista da Band. O ex-zagueiro Edmilson também chegou a ser comentarista depois que pendurou as chuteiras. Ronaldo Fenômeno, empresário, vez por outra aparece na Globo como comentarista.

Os outros pentacampeões

Ídolo do Palmeiras, Marcos é sempre reverenciado pelo clube, mas não trabalha com futebol diretamente. Capitão do penta, Cafu participou do sorteio dos grupos para o Mundial de 2018. Ronaldinho Gaúcho faz eventos pelo mundo. Dida, Anderson Polga, Kleberson, Júnior, Edilson e Luizão já encerraram a carreira de atletas há alguns anos.

Publicidade

LEIA MAIS

Público fraco compromete o Rio no cenário da bola
Alô, Fla: Independiente perdeu apenas um jogo por diferença de dois gols
Flamengo precisa superar situação inédita para ser campeão no ano
Ranking da UEFA deixa portugueses eufóricos. Entenda!
Revista lista 50 esportistas mais odiados do planeta. Confira!
Cifras da bola: fazendo fortunas no promissor mercado de apostas
Monaco “rouba” diretor de Marketing do Barcelona
Crise, aposta na base e superação: o último título internacional do Flamengo