Publicidade

O líder absoluto e invicto do primeiro turno, com oito pontos de frente para o segundo colocado, virou integrante da zona de rebaixamento no returno. Este é o Corinthians “duas caras” no Campeonato Brasileiro. A campanha quase virou ao avesso. Com a derrota para a Ponte Preta, neste domingo, o Timão ocupa a 17ª colocação no segundo turno. O começo fulminante vem segurando as pontas. Mas a gordura está cada vez menor (o Palmeiras pode reduzir a diferença para três pontos se vencer o Cruzeiro nesta segunda-feira).

Fábio Carille tenta colocar o Corinthians nos trilhos de novo | Foto: Rodrigo Gazzanel / Corinthians / Divulgação

Em 12 jogos no returno, o Corinthians soma 12 pontos (venceu três vezes, empatou outras três e amargou seis derrotas). Números bem diferentes do primeiro turno, quando conquistou 47 pontos, fruto de uma campanha invicta, com 14 vitórias e cinco empates.

A queda no desempenho é brusca. O primeiro turno foi muito acima da média, é verdade. O Corinthians, com 82% de aproveitamento, estabeleceu a melhor campanha desde que o Brasileiro passou a ter 20 times, em 2006. Porém, o retrospecto até aqui no returno, com 33% de aproveitamento, é uma disparidade acentuada.

Publicidade

Leia mais:
Oito coisas no futebol que nos tiram do sério
Kannemann, Nadal, Adriano… ritual, manias e superstições no esporte
A corrida pelo posto de ‘Carrasco dos clássicos’ em 2017
Expulsões, polêmicas e confusões: bolas fora de Neymar na carreira

Era Tite na Seleção Brasileira: 60 jogadores já foram chamados; Veja a lista

O Corinthians tenta encontrar os motivos da queda e, sobretudo, voltar aos trilhos no Campeonato Brasileiro – são quatro jogos sem vencer, com três derrotas e um empate. O técnico Fábio Carille refuta as “duas caras” do Timão.

“Quem está lá na frente? Não existem primeiro ou segundo turno, são 38 jogos. Quem for melhor nos 38 jogos é o campeão brasileiro”, declarou Fábio Carille, após a derrota para a Ponte Preta.

Os números do Corinthians no Brasileiro

Publicidade

O Timão sobrou e terminou o primeiro turno invicto. A campanha impressionou. Foram 32 gols marcados (média de 1,6 por jogo) e apenas nove sofridos (média de 0,47). Agora, em 12 jogos no returno, os números são bem inferiores. O Corinthians fez apenas oito gols em 12 jogos, sendo o pior ataque do returno, com média de 0,6. A derrota para a Ponte Preta foi o sexto jogo no segundo turno em que o Timão passou em branco, sem balançar a rede. No 1º turno, o Corinthians só não marcou em dois jogos (contra Coritiba e Avaí).

A solidez defensiva também não é mais a mesma. O time sofreu 12 gols até aqui. Em 12 jogos no returno, o time levou gols em nove partidas. No primeiro turno, o Timão ficou 13 jogos sem ser vazado, inclusive com uma sequência de sete duelos seguidos sem buscar a bola no fundo da rede.

O Corinthians no primeiro turno

[table id=8 /]

O Corinthians no segundo turno

Publicidade

[table id=9 /]