Publicidade

No dia em que voltou a treinar com o grupo do Flamengo depois de desfalcar o time em função de dores na coxa esquerda, Guerrero foi notícia além do campo. A sexta-feira também marcou a divulgação de que o atacante peruano testou positivo no exame antidoping realizado após o jogo entre Peru e Argentina, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo, no dia 5 de outubro. A substância proibida encontrada no resultado analítico adverso foi um estimulante (o nome ainda não foi confirmado). A Federação de Futebol do Peru informou, no início da noite, que a Fifa suspendeu o atacante provisoriamente por 30 dias. Ou seja, o camisa 9 deve perder as partidas decisivas da repescagem contra a Nova Zelândia e a semifinal da Copa Sul-Americana.

Flamengo ainda não se posicionou sobre o ‘Caso Guerrero’ | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Em entrevista ao “SporTV”, Fernando Solera, presidente da Comissão de Controle de Doping da CBF, confirmou que o atacante do Flamengo e do Peru testou positivo e que já está preparando sua defesa. Guerrero vai passar para o clube carioca tudo o que utilizou no período em que esteve com a seleção de seu país – na ocasião, ele estava gripado e usou medicamentos.

“O que existe no momento é um resultado analítico adverso (RAA) para uma substância S6 estimulante. Pode vir de uma medicação utilizada, e aí não é um resultado positivo. Caiu por terra essa história de enviar a lista do que é administrado. O que está na lista da WADA não pode ser administrado, só se o jogador tem uma justificativa médica. Precisa de uma robusta documentação”, disse o dirigente ao “SporTV”.

Guerrero alega remédio contra gripe

Publicidade

Segundo Solera, Guerrero tem um prazo de cinco dias para apresentar sua defesa, mesmo que seja preliminar. O atacante também tem direito à contraprova do exame. O doping, de fato, ainda não está confirmado. Trata-se de um resultado analítico adverso.

“Este momento é para o jogador se defender, mostrar o que ocorreu. O jogador não está dopado. Na análise da urina, veio uma substância adversa. Agora, por que veio? O jogador tem amplo poder de se defender. O médico da seleção peruana, se for o caso. Temos que ter cuidado”, acrescentou Solera.

O presidente da Comissão de Controle de Doping da CBF também explicou que, além da defesa de Guerrero, o rito do processo é saber como esta substância proibida foi encontrada no organismo do atleta (se foi via medicação ou até mesmo contaminação do material recolhido). A CBF só será notificada oficialmente do caso na segunda-feira. A entidade não funcionou nesta sexta devido ao feriado de quinta-feira.

Guerrero pode levar gancho pesado

Publicidade

Segundo Solera, por se tratar de uma substância estimulante, o gancho pode ser de até quatro anos. Ainda de acordo com o presidente da Comissão de Controle de Doping da CBF, não se sabe até o momento se o corpo médico da seleção do Peru deu algum medicamento para o atleta melhorar da gripe ou se o atacante resolveu tomar algo por conta própria – o que pode complicar a vida do camisa 9, caso o doping seja confirmado.

“Os julgamentos estão cada vez mais técnicos, mais precisos. Então não existe mais a determinação de suspensão provisória após o resultado adverso. Só é suspenso quando o presidente do tribunal entende que é uma substância pesada. E, no caso, é uma substância pesada. Aí suspende por no mínimo 30 dias para que o processo corra, e o jogador possa se defender. Como ainda não se sabe qual é o estimulante e de onde veio… Se o jogador conseguir mostrar, por exemplo, que veio de uma injeção que tomou para tratar uma gripe, aí o presidente do tribunal pode não suspendê-lo por não ter havido dolo, por não ter tomado substância para jogar melhor”, declarou o dirigente da CBF.

O Flamengo se pronunciou sobre o caso no início da noite, dizendo que tomou conhecimento da punição, ressaltou a conduta profissional do atleta e afirmou que espera que tudo seja esclarecido o mais rapidamente possível. Guerrero, suspenso provisoriamente por 30 dias, deve perder os jogos decisivos pelo Peru, contra a Nova Zelândia, pela repescagem para a Copa do Mundo. As partidas serão nos dias 11 e 16. Além disso, pelo Fla, tem a reta final do Brasileiro e a semifinal da Copa Sul-Americana.

Publicidade

Leia também

Grêmio a um passo de escrever história imortal na Libertadores
Renato Gaúcho alcança feito e entra em lista seleta da Libertadores
Quanto cada clube brasileiro deixou de ganhar na Libertadores
PSG potência mundial: o projeto Neymar
Dois pênaltis perdido no mesmo jogo? Diego Souza repete ‘feito’ de outros famosos