Publicidade

O torcedor do Flamengo tem motivos de sobra para sorrir quando o assunto é clássico. Eliminar o Fluminense, avançando para a semifinal da Copa Sul-Americana, foi mais um motivo em uma temporada recheada de duelos regionais para o Rubro-Negro. O Fla fechou 2017 como pesadelo dos rivais. Em 19 clássicos, venceu oito, empatou dez e perdeu apenas um (utilizou time reserva na ocasião), com aproveitamento de 59,6%, melhor marca desde 2013, quando conseguiu 66% de aproveitamento em 12 jogos (foram sete triunfos, três empates e duas derrotas).

Diego foi decisivo na classificação do Flamengo na Sul-Americana | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

O Flamengo terminou a temporada invicto contra dois rivais: o Fluminense, quem enfrentou oito vezes (foram três vitórias e cinco empates), e Vasco (duas vitórias e três empates). Além disso, o Rubro-Negro impôs, ao menos, uma grande frustração para cada um dos três adversários.

A invencibilidade do Flamengo sobre o Flu

Foi quase uma overdose de Fla-Flu. Mas alguém não gostou? Bem, a torcida do Flamengo curtiu… A maioria dos duelos foi emocionante. O Rubro-Negro riu por último na decisão Carioca, em uma virada na reta final do segundo jogo, sendo campeão invicto, e dando o troco na final da Taça Guanabara, quando o Flu levou a melhor nos pênaltis. Depois, novo encontro em momento decisivo. O Fla saiu na frente na Sul-Americana. Na partida de volta, buscou o empate (perdia por 3 a 1) e eliminou o rival, avançando para a semifinal do torneio.

Flamengo também eliminou o Botafogo

Publicidade

O alto número de clássicos também é explicado pelo fato de o Flamengo ter encontrado dois rivais cariocas em torneios de mata-mata. Antes de se deparar e de eliminar o Fluminense na Sul-Americana, o Rubro-Negro já havia deixado para trás o Botafogo na semifinal da Copa do Brasil. Após empatar o primeiro jogo sem gols, o Fla levou a melhor na volta com um gol de Diego. O Alvinegro foi o único do Rio a vencer o Fla, que utilizou reservas, no Brasileiro.

Vitória do Flamengo em São Januário

O torcedor rubro-negro também teve motivos para sorrir nos duelos com o Vasco. Uma das duas vitórias do Flamengo no ano sobre o rival, em jogo pelo Brasileiro, foi em São Januário, algo que não acontecia havia 44 anos. Confira, então, por que o Flamengo fecha 2017 como pesadelo dos rivais e bom aproveitamento em clássicos.

O Flamengo e os clássicos em 2017

Flamengo 2×1 Botafogo – Campeonato Carioca
Flamengo 1×0 Vasco – Campeonato Carioca
Flamengo 3×3 Fluminense – Campeonato Carioca
Flamengo 2×2 Vasco – Campeonato Carioca
Flamengo 1×1 Fluminense – Campeonato Carioca
Flamengo 0x0 Vasco – Campeonato Carioca
Flamengo 2×1 Botafogo – Campeonato Carioca
Flamengo 1×0 Fluminense – Campeonato Carioca
Flamengo 2×1 Fluminense – Campeonato Carioca
Flamengo 0x0 Botafogo – Campeonato Brasileiro
Flamengo 2×2 Fluminense – Campeonato Brasileiro
Flamengo 1×0 Vasco – Campeonato Brasileiro
Flamengo 0x0 Botafogo – Copa do Brasil
Flamengo 1×0 Botafogo – Copa do Brasil
Flamengo 0x2 Botafogo – Campeonato Brasileiro
Flamengo 1×1 Fluminense – Campeonato Brasileiro
Flamengo 1×0 Fluminense – Copa Sul-Americana
Flamengo 0x0 Vasco – Campeonato Brasileiro
Flamengo 3×3 Fluminense – Copa Sul-Americana

Publicidade

Leia também

Guerrero testa positivo em exame antidoping e está suspenso provisoriamente
Grêmio a um passo de escrever história imortal na Libertadores
Renato Gaúcho alcança feito e entra em lista seleta da Libertadores
Quanto cada clube brasileiro deixou de ganhar na Libertadores
PSG potência mundial: o projeto Neymar
Dois pênaltis perdido no mesmo jogo? Diego Souza repete ‘feito’ de outros famosos