Publicidade

Depois de sofrer na pele com os gols de Henrique Dourado, o Flamengo agora terá o faro de artilheiro do Ceifador à disposição (já há um registro de pré-contrato na Ferj). Curiosamente, o Fla foi uma das principais vítimas de Dourado no ano passado, quando viveu o auge pelo Fluminense.

Henrique Dourado vai reforçar o Flamengo | Foto: Nelson Perez / Fluminense FC. / Divulgação

Dourado balançou as redes do Flamengo três vezes, tendo disputado oito clássicos na temporada passada. Porém, ele passou em branco no quesito vitória. O Flu terminou o ano sem vencer o rival, perdendo o título do Carioca e sendo eliminado nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Em 2014, quando defendia o Palmeiras, o Ceifador também fez gol no Fla, mas saiu derrotado (o Rubro-Negro venceu de virada, por 4 a 2).

Leia mais

Publicidade

Neymar tem razão: ele sofre mais faltas na França do que na Espanha
Mercado de inverno movimenta R$ 3,5 bilhões: Barcelona é o campeão
Aubameyang troca o Borussia Dortmund pelo Arsenal
Palmeiras já fatura quase o dobro de todo Campeonato Carioca
Rennes usa mesma moeda para responder provocação de Neymar
Barcelona aumenta oferta e se aproxima de acordo com Grêmio por Arthur

Em 2017, o Ceifador, além do Flamengo, fez três gols sobre o Vasco, Atlético-MG e Universidad Católica, clube do Equador que o Fluminense eliminou na Sul-Americana do ano passado.

Henrique Dourado, artilheiro de 2017

O Ceifador brilhou intensamente no ano passado. Henrique Dourado foi o artilheiro no Brasil, com 32 gols. Ele marcou 18 vezes no Campeonato Brasileiro, dividindo o posto de goleador com Jô, ex-Corinthians.

Publicidade

Com problemas financeiros e atrasos salariais, Henrique Dourado deixou claro que desejava sair do Fluminense. O Corinthians surgiu como opção, mas o negócio não avançou. O Flamengo entrou na parada e conseguiu convencer o próprio Flu, que não queria que o artilheiro reforçasse o rival.

As vítimas de Dourado pelo Fluminense

Flamengo, Vasco, Atlético-MG e Universidad Católica – 3 gols
Globo FC, Bangu, Santos, Vitória e Avaí – 2 gols
América-MG, Santa Cruz, Portuguesa, Sinop, Criciúma, Liverpool (URU), Palmeiras, Atlético-GO, Atlético-PR, São Paulo, Coritiba e Ponte Preta – 1 gol