Publicidade

Invicto na temporada, o Flamengo não sabe o que é sofrer gol em 2018. Em cinco jogos pelo Campeonato Carioca, o Rubro-Negro ainda não teve de buscar a bola no fundo da rede. É o único clube da Série A que não foi vazado neste ano.

Tudo certo, Rhodolfo? Zaga do Flamengo ainda não foi vazada | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo / Divulgação

Seja com a garotada ou com zagueiros experientes, o Flamengo passou incólume. O Rubro-Negro teve quatro duplas de zaga diferentes até aqui: Thuler e Patrick, Thuler e Léo Duarte, Rhodolfo e Léo Duarte (com dois jogos) e Rhodolfo e Juan. Gabriel Batista, três partidas, e César, duas, foram os goleiros neste começo de temporada.

LEIA MAIS

Publicidade

Barcelona de Valverde faz história e supera marca de Guardiola
Crise no Real Madrid pode sobrar para Keylor Navas
Neymar tem razão: apanha mais na França do que na Espanha
Mercado de inverno movimenta R$ 3,5 bilhões: Barcelona é o campeão
Rennes usa mesma moeda para responder provocação de Neymar
Barcelona aumenta oferta e se aproxima de acordo com Grêmio por Arthur

Além de único a não sofrer gols, o Flamengo, com 13 pontos, foi quem mais somou pontos na Taça Guanabara. Bangu, Boavista e Botafogo, outros clubes classificados para as semifinais, dividem o posto de segunda melhor defesa, com três gols sofridos, cada.

Flamengo com a melhor defesa da Série A

Entre os clubes da elite do futebol brasileiro, o Flamengo é o único que não sofreu gol nesta temporada. O Atlético-PR e o Cruzeiro, com um gol sofrido cada, dividem a segunda colocação.

Publicidade

O posto de defesa mais vazada neste início de temporada, entre os clubes da Série A, é do Grêmio, que levou 12 gols em cinco jogos. O Tricolor Gaúcho iniciou o ano com time alternativo – os principais atletas, devido ao Mundial, voltaram aos trabalhos mais tarde.

Os gols sofridos pelos times da Série A

América-MG – sofreu três gols em cinco jogos
Atlético-MG – sofreu três gols em cinco jogos
Atlético-PR – sofreu um gol em cinco jogos
Bahia – sofreu três gols em seis jogos
Botafogo – sofreu três gols em cinco jogos
Ceará – sofreu oito gols em oito jogos
Chapecoense – sofreu dois gols em seis jogos
Corinthians – sofreu três gols em cinco jogos
Cruzeiro – sofreu um gol em cinco jogos
Fluminense – sofreu quatro gols em seis jogos
Grêmio – sofreu 12 gols em cinco jogos
Internacional – sofreu quatro gols em seis jogos
Palmeiras – sofreu três gols em cinco jogos
Paraná – sofreu sete gols em cinco jogos
Santos – sofreu cinco gols em cinco jogos
São Paulo – sofreu quatro gols em seis jogos
Sport – sofreu quatro gols em cinco jogos
Vasco – sofreu sete gols em seis jogos
Vitória – sofreu cinco gols em seis jogos