Publicidade

Felipe Vizeu renasceu no Flamengo. De relegado a homem-gol na Sul-Americana. Esta é a trajetória do atacante de apenas 20 anos nesta temporada. Vizeu se reencontra em momento decisivo, de pressão acima da média e com a responsabilidade de substituir Guerrero, suspenso provisoriamente por doping. O torneio continental é o ponto de virada. Aliás, ele se igualou no topo da artilharia da Sul-Americana e superou a marca de gols de 2016.

Felipe Vizeu vira homem-gol do Flamengo na Copa Sul-Americana | Foto: Gilvan de Souza / Flamengo

Vizeu foi peça-chave na classificação do Flamengo para a final da Copa Sul-Americana. Ele marcou os dois gols na vitória sobre o Junior Barranquilla, nesta quinta-feira, na Colômbia. O atacante já havia feito o gol da virada no jogo de ida, no Maracanã. Além disso, foi fundamental no empate com o Fluminense, que selou a classificação para a semifinal.

Agora, Vizeu soma cinco gols na Sul-Americana – além dos três gols sobre o Junior e um sobre o Fluminense, ele marcou sobre o Palestino, na segunda fase do torneio. Ele está empatado no topo da artilharia da competição com Luis Rodríguez, do Atlético Tucumán, e Jhon Cifuentes, da Universidad Católica.

Felipe Vizeu supera 2016

Publicidade

Os dois gols sobre o Junior, além de colocar o Flamengo na final da Sul-Americana contra o Independiente, da Argentina, fizeram Felipe Vizeu superar a temporada de 2016, quando marcou oito vezes. Agora ele tem nove gols em 2017. Porém, a média de gols é inferior – 0,25 deste ano (disputou 35 jogos) contra 0,30 em 2016 (atuou em 26 partidas).

LEIA MAIS

Bebeto, Romário, Arão… Lucas Lima: vira-casacas históricos e até polêmicos
Neymar supera Ibrahimovic e Cavani no começo de temporada no PSG
Gaúchos são os que mais vencem Libertadores por clubes brasileiros
Novidade: vem aí a super Copa do Mundo de clubes da Fifa
Grêmio ajuda e aumenta vagas para a Libertadores via Brasileirão: veja o novo cenário
Renato Gaúcho ou Cristiano Ronaldo: quem é melhor? Duelo pode acontecer em breve

Publicidade

A Sul-Americana foi fundamental para Vizeu dar a volta por cima e representa 55,5% dos gols dele na temporada – marcou duas vezes no Brasileiro e outras duas no Carioca. A volta por cima começou justamente contra o Fluminense, nas quartas de final. Nos últimos nove jogos, contando com o clássico, fez cinco gols.

A trajetória de Felipe Vizeu

Campeão e artilheiro da Copinha, em 2016, Felipe Vizeu chamou atenção e logo foi promovido ao profissional. A temporada foi especial. Ele chegou a superar a concorrência com Leandro Damião, outro reserva de Guerrero. Vizeu marcou oito gols no ano passado.

A expectativa aumentou para 2017. Leandro Damião, que disputava espaço com Vizeu, foi negociado, mas já estava à frente do atacante revelado pelo Flamengo. Para piorar, Felipe Vizeu se machucou em jogo pela Primeira Liga. Lucas Paquetá, então, foi testado como centroavante e tomou conta da posição. Vizeu ficou relegado e sofreu com críticas, mas aí veio o Fla-Flu. Aí começou a redenção do atacante. Vizeu tá aí (frase utilizada por ele em um comercial). Vizeu é o artilheiro da Sul-Americana.