Publicidade

A torcida do Vasco já se acostumou a fazer o “L”, comemoração de Cano, em homenagem ao filho Lorenzo. O atacante argentino não demorou a virar ídolo. Pudera. Os gols dele embalam os torcedores. Cano, por sinal, alcançou uma importante marca e se tornou o segundo estrangeiro com mais gols na história do Vasco.

Cano soma 37 gols e se igualou ao paraguaio Silvio Parodi. A distância para o maior artilheiro estrangeiro da história do Vasco é considerável. O uruguaio Villadoniga, que defendeu o clube no fim da década de 30 e início da de 40, marcou 83 vezes pelo Gigante da Colina.

Cano Vasco futebol brasileiro Cano já conquistou a torcida do Vasco (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Por falar em marca histórica, o boliviano Marcelo Moreno quebrou recorde no Cruzeiro. Ele agora tem 51 gols pelo clube mineiro, um a mais do que Arrascaeta. No rival Atlético-MG, o recordista gringo é Lucas Pratto, autor de 42 gols.

Relacionadas

Neymar Brasil Olimpíada
Fabrício Yan Flamengo

Publicidade

O uruguaio Carlos Sánchez agora divide com Copete o posto de maior artilheiro gringo da história do Santos. O meia e o atacante colombiano têm 26 gols pelo Peixe.

MAIS! Cano: ‘Estou convicto de que quero seguir fazendo história’

Guerrero na história do Corinthians

Autor do gol do título mundial do Corinthians, em 2012, Guerrero é o maior artilheiro estrangeiro do clube. O atacante peruano marcou 54 gols pelo Timão. No Palmeiras, o detentor do recorde é o argentino Juan Echevarrieta. O “El Terrible” defendeu o clube de 1939 a 1942 e marcou 113 gols.

Guerrero brilhou pelo Corinthians | Foto: Divulgação

Publicidade

O São Paulo também tem um artilheiro estrangeiro com marca centenária. O uruguaio Pedro Rocha defendeu o clube de 1970 a 1978 e marcou 119 gols.

MAIS! Flamengo deve perder dois laterais para o exterior

O argentino Doval conquistou a torcida do Flamengo na década de 70. Ele é o maior artilheiro gringo da história rubro-negra, com 95 gols.

Publicidade

MAIS! Luiz Henrique, na mira de clubes italianos, pode deixar o Fluminense

O inglês Henry Walfare está na história do Fluminense. Ele foi tricampeão carioca em 1917, 1918 e 1919. Welfare lidera a estatística do Tricolor, entre os gringos, com 161 gols.

Galeria de Fotos

O atacante argentino “El Lobo” Fischer é o estrangeiro com mais gols com a camisa do Botafogo. Ele defendeu o Fogão na década de 70 e marcou 68 gols. Outro hermano que brilhou no futebol brasileiro e se eternizou na história do Internacional foi Villalba, na década de 40, com 145 gols.

Publicidade

O Grêmio também tem um recordista argentino. Hernan Barcos marcou 45 gols pelo clube, entre 2013 e 2015.

Comentários