Publicidade

Del Nero tem evitado deixar o país (Divulgação) Del Nero tem evitado deixar o país (Divulgação)

Nos bastidores do futebol comenta-se que o presidente da CBF, Marco Polo del Nero, não deixa o país com medo de ser preso. Ele estaria envolvido em um esquema de corrupção da Fifa que levou outros grandes nomes do esporte para a cadeia. O mandatário ironizou inclusive um repórter que o perguntou se ele iria para a Rússia acompanhar a Copa do Mundo no próximo ano.

– O Brasil está ganhando sem mim. Se eu viajar e o Brasil perder vão me acusar – disse Del Nero.

Publicidade

Dirigente preso, porém, é algo que não chega a ser novidade no esporte. O MQJ decidiu relembrar alguns casos:

JOSÉ MARIA MARÍN

Marin está preso no Rio de Janeiro (Divulgação) Marin está preso nos Estados Unidos (Divulgação)

O ex-presidente da CBF está preso nos Estados Unidos por envolvimento em um esquema de corrupção na Fifa que levou para a cadeia diversos figurões da entidade. Os escândalo respingou em muita gente e há quem diga que Marco Polo Del Nero não pode viajar para o exterior por conta deste mesmo caso

Publicidade

EDMUNDO SANTOS SILVA

Edmundo Santos Silva foi preso em 2003 (Reprodução Youtube) Edmundo Santos Silva foi preso em 2003 (Reprodução Youtube)

Acusado de envolvimento em um esquema de corrupção no clube na época da relação com a suíça ISL, o ex-presidente do Flamengo Edmundo Santos Silva foi preso em 2003 por conta de um processo de sonegação fiscal. Ele foi acusado de integrar uma quadrilha de fraudadores do INSS e da Receita Federal.

No Flamengo, Edmundo acabou sofrendo impeachment, em julho de 2002, por improbidade administrativa. Ele era acusado de depositar em paraísos fiscais o dinheiro repassado pela ISL ao Flamengo. O caso veio à tona quando a empresa suíça faliu.

Publicidade

CARLOS ARTHUR NUZMAN

Não é só no futebol que existe dirigente preso (Divulgação) Não é só no futebol que existe dirigente preso (Divulgação)

Carlos Arthur Nuzman, presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e do Comitê Rio 2016, fi preso no mês passado no Rio de Janeiro. O dirigente é suspeito de intermediar a compra de votos de integrantes do Comitê Olímpíco Internacional (COI) para a eleição do Rio como sede da Olimpíada de 2016.

A prisão foi decidida depois de uma batida na casa de Nuzman, quando o Ministério Público Federal entendeu que houve uma tentativa de ocultação de bens. O dirigente conseguiu na Justiça o direito de responder em liberdade.

Dirigentes presos? Bicheiros fizeram história

Publicidade

EMIL PINHEIRO

Emil Pinheiro é um dos dirigentes lendários do futebol (Reprodução Rede Manchete) Emil Pinheiro foi um dos dirigentes lendários do futebol (Reprodução Rede Manchete)

O ex-presidente do Botafogo era um dos bicheiros mais populares do Rio de Janeiro na década de 80 e no começo da década de 90. Como vice-presidente de futebol, foi responsável por montar o time que tirou o Alvinegro da fila de 21 anos sem conquistas. O Glorioso bateu o Flamengo na final do Campeonato Carioca de 1989.

Emil Pinheiro, porém, foi um dos 14 bicheiros que foram presos em 1993, em um processo onde foram condenados pela juíza Denise Frossard. Ele era acusado de formação de quadrilha. O ex-presidente morreu em 2001.

Publicidade

CASTOR DE ANDRADE

Castor de Andrade era Rei em Bangu (BanguNet) Castor de Andrade era Rei em Bangu (BanguNet)

No mesmo processo em que Emil Pinheiro foi condenado, outro histórico dirigente do futebol carioca acabou preso. Trata-se do também falecido Castro de Andrade. Ele foi o maior presidente da história do Bangu.

Na Era Castor de Andrade o clube da Zona Oeste do Rio de Janeiro fazia frente aos grandes clubes do Rio de Janeiro e foi vice-campeão brasileiro em 1985, perdendo a final para o Coritiba.

LEIA TAMBÉM:

Publicidade

Grêmio a um passo de escrever história imortal na Libertadores
Renato Gaúcho alcança feito e entra em lista seleta da Libertadores
Confira Raio-X do Lanús, adversário do Grêmio na final da Libertadores
Quanto cada clube brasileiro deixou de ganhar na Libertadores
PSG potência mundial: o projeto Neymar
Dois pênaltis perdido no mesmo jogo? Diego Souza repete ‘feito’ de outros famosos