Publicidade

Ambos têm origem italiana. A ligação vem praticamente de berço. E, nos últimos anos, o vaivém da bola tem “unido” ainda mais Palmeiras e Cruzeiro. O lateral-esquerdo Diogo Barbosa é a mais recente prova disso. O Verdão acertou a contratação do atleta por cerca de R$ 17 milhões.  A Raposa era detentora de 25% dos direitos econômicos do jogador (o Coimbra era dono de 75%).

Diogo Barbosa vai defender o Palmeiras a partir de 2018 | Foto: Divulgação

Diogo Barbosa aumenta a lista recente de transações entre os dois clubes. Em maio deste ano, por exemplo, o atacante Rafael Marques foi para a Toca da Raposa, enquanto o lateral-direito Mayke foi para a Academia.

LEIA MAIS

Publicidade

Gol que é bom… Qual time ficou mais jogos sem marcar no Brasileiro? Veja a lista
As contas do Brasileirão: título, G-7 e degola; veja as chances do seu time

Flamengo coleciona derrotas fora de casa e está perto do Z-4 como visitante
Ausência da Itália ‘garante’ o Brasil como campeão da Copa do Mundo de 2018
Em noite de Thiago Neves, Cruzeiro volta ao topo do returno do Brasileirão
Mais que um jogo: Grêmio realiza sonho de torcedor com câncer em estágio terminal
#DateRuim: quando as coisas dão errado no esporte
Fred supera Zico na lista de artilheiros do Campeonato Brasileiro; Veja o Top 10

No início do ano, uma negociação tripla. O Palmeiras se reforçou com o atacante Willian e o lateral-esquerdo Fabiano – sendo o primeiro por empréstimo – em transação que manteve o meia Robinho no Cruzeiro.

Negociação ‘quádrupla’

Fabiano e Robinho foram peças de uma negociação ainda maior envolvendo Cruzeiro e Palmeiras. No ano passado, os dois clubes acertaram uma troca mais robusta. O Verdão recebeu os laterais Fabiano e Fabrício. A Raposa, por sua vez, ficou com Robinho e o lateral-direito Lucas.

Palmeiras e Cruzeiro

Publicidade

Diogo Barbosa será mais um atleta a defender Cruzeiro e Palmeiras. Além das negociações diretas entre os clubes, os elencos atuais têm outros jogadores que vestiram as duas camisas, como Egídio, Edu Dracena, Felipe Melo, Dudu, Léo e Fabrício.

A lista de atletas em comum entre Cruzeiro e Palmeiras também tem nomes como Alex, Zinho, Diego Souza, Luan, Kleber Gladiador, Rivaldo, Edmundo, Thiago Heleno, Alecsandro, Oséas, Marcelo Ramos, Edilson, Jorge Mendonça, entre outros.

A lista de técnicos tem nomes como Luxemburgo, Felipão, Marcelo Oliveira, Cuca, Oswaldo de Oliveira, Leão, Aymoré Moreira, entre outros.

Publicidade

Até mesmo um dirigente foi o homem-forte de Cruzeiro e é o do Palmeiras. Alexandre Mattos, bicampeão brasileiro com a Raposa, foi para o Verdão em 2015, pelo qual conquistou uma Copa do Brasil e um Brasileirão.