Publicidade

Kaká engrossa lista dos craques que se aposentaram em 2018 (Divulgação) Kaká engrossa lista dos craques que se aposentaram em 2018 (Divulgação)

O ano de 2017 foi rico em craques que se aposentaram. Até mesmo no apagar das luzes Kaká anunciou que estava deixando os gramados. O jogador, de 35 anos, surgiu para o futebol no Torneio Rio-São Paulo de 2001, quando foi o grande nome da decisão em que o São Paulo venceu o Botafogo e ficou com o caneco.

Kaká defendeu grandes clubes do futebol mundial, como Real Madrid e Milan, além de ter defendido a Seleção Brasileira nas Copas de 2002, quando integrou o elenco pentacampeão, de 2006 e de 2010. Ele estava atuando nos Estados Unidos.

Publicidade

Mas além de Kaká, outros destaques do futebol escolheram este ano para se retirarem de cena. O MQJ relembra alguns deles:

FRANCESCO TOTTI

Totti defendeu a Roma toda a sua carreira (Divulgação) Totti defendeu a Roma toda a sua carreira (Divulgação)

Depois de passar 25 anois honrando a camisa da Roma, Francesco Totti se aposentou em 2017. O jogador da seleção italiana está com 41 anos e teve uma despedida em grande estilo na última rodada do Campeonato Italiano, quando fez o Estádio Olímpico ir às lágrimas. Ele em toda a sua vida profissional defendeu apenas a Roma.

Publicidade

SEBASTIÁN VERÓN

Sebastián Verón decidiu voltar ao futebol (Divulgação) Sebastián Verón decidiu voltar ao futebol (Divulgação)

Aos 42 anos Sebastián Verón decidiu interrom,per a sua aposentadoria para voltar a defender seu clube de coração na Copa Libertadores. Porém, já visivelmentge fora de forma, colaborava apenas nas jogadas de bola parada e não c onseguiu ewvitar a eliminação ainda na fase de grupos. Por anos defendeu a seleção argentina e clubes de ponta como a Inter de Milão, Chelsea e Manchester Unbted

MAXWELL

Maxwell era um papão de títulos (Divulgação PSG) Maxwell era um papão de títulos (Divulgação PSG)

Publicidade

O lateral brasileiro se despediu com a camisa do Paris Saint-Germain aos 35 anos. Um fato curioso é que ele tinha um título por ano de futebol. É considerado um dos maiores campeões do Velho Continente, com 35 taças enntre todos os clubes que defendeu, como Cruzeiro, Ajax, Barcelona e Internazionale de Milão.

PHILIPP LAHM

Lahm era ídolo do Bayern de Munique (Divulgação Bundesliga) Lahm era ídolo do Bayern de Munique (Divulgação Bundesliga)

O lateral Philipp Lahm esbanjava classe e categoria de quem por 13 anos foi titular absoluto do Bayern de Munique, clube que decidiu adotar após deixar o Stuttgart. O jogador também sempre brilhou com a camisa da seleção alemã, tendo conquistado o título da Copa do Mundo de 2014, no Brasil, e participado da goleada de 7 a 1 sobre a Seleção Brasileira nas semifinais. O ex-jogador tem atualmente 34 anos.

Publicidade

LEIA MAIS

Craque como jogador e técnico: Zidane faz história e consegue feito inédito
‘Cristiano Ronaldo é melhor do que Renato Gaúcho’, afirma Zidane
Fifa ameaça excluir a Espanha da Copa do Mundo da Rússia
Qual time foi o mais procurado no Google no Brasil?
Ronaldinho Gaúcho candidato ao Senado não é o único. Veja a lista!
Neymar vira garoto-propaganda de uma marca de café

XABI ALONSO

Xabi Alonso brilhou com a seleção da Espanha (Divulgação Bundesliga) Xabi Alonso brilhou com a seleção da Espanha. Estava no Bayern (Divulgação Bundesliga)

Publicidade

Aos 35 anos o volante deixou o futebol após defender o Bayern de Munique nos últimos três anos. Ele também foi ídolo de Liverpool e principalmente do Real Madrid. Foi um dos pilares da seleção da Espanha que encantou o planeta conquistando a Copa do Mundo de 2010 e as Eurocopas de 2008 e 2012.

DIRK KUYT

Kuyt se despediu em grande estilo (Divulgação) Kuyt se despediu em grande estilo (Divulgação)

O atacante Dirk Kuyt escolheu a hora certa de anunciar sua saída do mundo da bola. Ele, aos 37 anos, marcou três gols na última rodada do Campeonato Holandês pelo Feyenoord, que conquistou o título nacional depois de quebrar um jejum de 18 anos. Ele era ídolo no clube e também defendeu as cores de Liverpool e Fenerbaçe, da Turquia.

Pequenos centros também viram grandes despedidas

Publicidade

LANDON DONOVAN

Donovan é considerado o maior de todos os tempos nos Estados Unidos (Divulgação) Donovan é considerado o maior de todos os tempos nos Estados Unidos (Divulgação)

Se um nome fosse escolhido para representar o futebol dos Estados Unidos com certeza ele atenderia por Landon Donovan, considerado o maiore jogador da história do futebol ianque. Em março deste ano ele anunciou sua retirada dos palcos aos 35 anos, pois seu físico não suportou a aventura de voltar a jogar profissionalmente pelo Los Angeles Galaxy. Ele tinha se aposentado em 2014.

ALEX MANNINGER

Maningerr prolongou a carreira o quanto pôde (Divulgação) Maningerr prolongou a carreira o quanto pôde (Divulgação)

Publicidade

O goleiro Alexander Manninger deixou os gramados aos 40 anos defendendo as cores do Liverpool. O austríaco, que ganhou títulos por Arsenal e Juventus, passou ainda por Fiorentina, Torino e Bologna. Ele era titular da seleção da Áustria.

CRISTIAN RAIMONDI

Raimondi foi ídolo da Atalanta (Divulgação) Raimondi foi ídolo da Atalanta (Divulgação)

O volante Cristian Raimondi é um dos maiores ídolos da Atalanta, clube que defendeu nas últimas nove temporadas. Ele está com 36 anos e ficou marcado por ter abandonado a elite do futebol de seu país para defender seu clube de coração na Segunda Divisão da Bota.