Publicidade

Técnico do Corinthians, Carille começa a perder prestígio após a queda de rendimento do Timão (Foto: Corinthians) Técnico do Corinthians, Carille começa a perder prestígio após a queda de rendimento do Timão (Foto: Corinthians)

Os números de Corinthians e Palmeiras, considerando o Brasileirão, mostram certo equilíbrio. Era de se esperar, uma vez que estamos falando de uma das maiores rivalidades do futebol brasileiro. Mas há alguns dados curiosos nessa comparação entre Corinthians e Palmeiras: confira o resultado.

Para começar, o Palmeiras foi o time que mais contratou para atual temporada. Teoricamente, teria o elenco superior, tecnicamente falando. Mas as estatísticas mostram o contrário.

Publicidade

Levando em conta fundamentos técnicos, como dribles e lançamentos, o Corinthians mostra melhor aproveitamento. O Timão tem aproveitamento de 73,7% quando o assunto é drible, contra 60,4% do Palmeiras.

O técnico Alberto Valentim, da SE Palmeiras, em jogo contra a equipe do Cruzeiro EC, durante partida válida pela trigésima primeira rodada, do Campeonato Brasileiro, Série A, na Arena Allianz Parque. O técnico Alberto Valentim, do Palmeiras, assumiu e o time subiu de produção. Difícil é alcançar o líder Corinthians (Foto: Palmeiras)

Nos lançamentos, o rendimento do Corinthians também é superior, chegando a 41,5% contra 35,6% do Palmeiras. O Timão tem também melhor aproveitamento nos passes, com 90,8% contra 88,8% do Verdão.

Quem é quem no clássico decisivo?

Ao que parece, a característica mais forte do Palmeiras é a marcação e a pegada, uma vez que o time se destaca nos desarmes. Vale ressaltar que o Verdão cometeu mais faltas do que o Corinthians (524 contra 357). Fez também mais pênaltis do que o rival (6 a 2).

Publicidade

Confira abaixo os números de Palmeiras e Corinthians e tire suas conclusões. Na reta final do Brasileirão, quem vai prevalecer?

Corinthians x Palmeiras

Desarmes – o Corinthians começou melhor, mas não tem sido tão eficiente ultimamente. Já o Palmeiras, apesar do início mais fraco, parece ter conseguido um ponto de equilíbrio.

Publicidade

Cruzamentos – melhor para o Corinthians, como era de se esperar, no início da competição. O Palmeiras, no entanto, está melhor nessa reta final de Brasileirão.

Publicidade

Gols – as últimas rodadas mostram que o Corinthians caiu de produção no quesito gols. O Palmeiras vem mostrando mais fôlego, o que pode ser decisivo.

Publicidade

Finalizações – o gráfico mostra um Palmeiras mais eficiente, se comparado ao rival. A curva final de ambos, no entanto, é ascendente.

Publicidade

Passes – pode-se dizer que há um equilíbrio, embora o gráfico mostre um Corinthians mais constantes. Esse fundamento é importante para a definição de uma partida, considerando a posse de bola, por exemplo.

Publicidade

LEIA MAIS:
Libertadores e risco de queda: veja as chances do seu time
Questão Catalã: adversário quer Barcelona na Liga
Dois pênaltis perdido no mesmo jogo? Diego Souza repete ‘feito’ de outros famosos
Oito coisas no futebol que nos tiram do sériorte
A corrida pelo posto de ‘Carrasco dos clássicos’ em 2017
Expulsões, polêmicas e confusões: bolas fora de Neymar na carreira