Publicidade

O futebol brasileiro, pela 17ª vez, tem um clube na final do Mundial. O Grêmio se garantiu na decisão após vencer o Pachuca, do México, na prorrogação e aguarda o vencedor do duelo entre Real Madrid e Al Jazira. O Tricolor Gaúcho busca seu segundo título e pode levar o Brasil à décima primeira conquista.

Everton colocou o Grêmio na final do Mundial | Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

O Grêmio pode se igualar ao Santos e ao Corinthians como bicampeões mundiais, juntando-se também ao Porto, Independiente, Ajax, Juventus e Manchester United. O maior vencedor nacional é o São Paulo, que detém três títulos. O Real Madrid, com cinco taças, é o principal vencedor do torneio.

LEIA MAIS

Publicidade

Flamengo x Flamengo: o drama psicológico na final da Sul-Americana
Veja o retrospecto de Neymar contra o Real Madrid
Flamengo chega ao seu maior número de jogos e vitórias nos últimos 20 anos
PSG x Real Madrid é o confronto bombástico das oitavas de final da Liga dos Campeões
Diversidade de países marca oitavas de final da Liga dos Campeões
Éverton Ribeiro encara maratona em início de altos e baixos pelo Flamengo
Rivalidade, jogos decisivos e freguesia: o duelo particular entre Guardiola e Mourinho

Além disso, o Tricolor Gaúcho pode ampliar a vantagem do país. O Brasil, com dez títulos, soma mais conquistas por países de 1960 para cá, seguido de perto por Espanha, Argentina e Itália – todos com nove troféus, cada.

As finais de Mundiais com brasileiros

1962 – Santos 3×2 e 5×2 Benfica
1963 – Santos 2×4, 4×2 e 2×0 Milan
1976 – Cruzeiro 0x2 e 0x0 Bayern de Munique
1981 – Flamengo 3×0 Liverpool
1983 – Grêmio 2×1 Hamburgo
1992 – São Paulo 2×1 Barcelona
1993 – São Paulo 3×2 Milan
1995 – Ajax 0 (4)x(3) 0 Grêmio
1997 – Borussia Dortmund 2×0 Cruzeiro
1998 – Vasco 1×2 Real Madrid
1999 – Palmeiras 0x1 Manchester United
2000 – Corinthians 0 (4)x(3) 0 Vasco
2005 – São Paulo 1×0 Liverpool
2006 – Internacional 1×0 Barcelona
2011 – Santos 0x4 Barcelona
2012 – Corinthians 1×0 Chelsea

Campeões mundiais por países

Publicidade

Brasil – 10 títulos
Espanha – 9 títulos
Argentina – 9 títulos
Itália – 9 títulos
Uruguai – 6 títulos
Alemanha – 4 títulos
Holanda – 3 títulos
Inglaterra – 2 títulos
Portugal – 2 títulos
Sérvia – 1 título
Paraguai – 1 título