Publicidade

O comitê de ética da CBF decidiu afastar do cargo o presidente Rogério Caboclo por 30 dias. A decisão abre caminho para ele se defender das denúncias de assédio moral e sexual de uma funcionária.

Caboclo não teve uma semana tranquila. Na segunda conseguiu junto ao Governo Federal trazer a Copa América para o Brasil. Mas a decisão da Argentina de abrir mão do torneio por conta da psndemia trouxe reflexos na Seleção Brasileira.

CBF vive dias de tensão (Foto: CBF/Divulgação)

O técnico Tite e os jogadores que atuam fora do país não querem participar do torneio. Assim a comissão técnica pode ser demitida após o duelo de terça contra o Paraguai pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Publicidade

[Relacionadas]

Antônio Carlos Nunes, vice-presidente mais velho, assume o posto provisoriamente. Cabe a ele acalmar os ânimos na Seleção. Assim ele agendou uma reunião de diretoria para esta segunda pela manhã.

Comentários