Publicidade

A saída de Nenê do Fluminense é algo que ficará marcado para a atual diretoria do clube. Um incômodo muito grande foi gerado entre os dirigentes pela maneira como o processo foi conduzido. Vale lembrar que o Vasco anunciou o apoiador poucos minutos depois de o Tricolor confirmar a rescisão contratual.

Essa rapidez deixa evidente que todo o processo de saída do Fluminense já visava a transferência para o Vasco. O fato de o apoiador ter perdido espaço no Tricolor com o técnico Marcão vinha lhe deixando muito incomodado.

Nenê fechou as portas no Fluminense. Mas teve bons momentos (Foto: Lucas Merçon/ Fluminense)

O presidente Mário Bittencourt, que tinha um bom relacionamento com o apoiador, é o mais indignado, embora evite dar declarações públicas. O dirigente teria recebido informações de que Nenê vinha “cavando” a sua ida para o Vasco. A informação veio de conselheiros do clube que souberam que o representantes do atleta fizeram sondagens a grupo de torcedores.

Publicidade

MAIS! Fluminense trabalha para renovar com Hudson

A gota d´água para que Nenê fechasse as portas é a questão salarial. O jogador teria aceitado reduzir em 30% o seu salário para poder fechar com o Vasco. O fato mostrar uma vontade muito acima da média para os padrões do futebol brasileiro.

Relacionadas

Nino Fluminense

Comentários