Publicidade

Do CT Rei Pelé para a Academia do Futebol. Lucas Lima deixa o Santos e vai defender o Palmeiras a partir de 2018 – ele foi anunciado nesta quinta-feira pelo Verdão, num contrato de cinco anos. O meia é mais um exemplo de vira-casacas de forma direta, de um rival para o outro. O MQJ relembra outros casos. A lista é grande, com negociação polêmica, fim de contrato, trocas e até brigas judiciais.

Lucas Lima é o novo reforço do Palmeiras | Foto: Divulgação Palmeiras

Os vira-casacas

Bebeto

Campeão pelo Flamengo, Bebeto trocou a Gávea por São Januário em 1989, numa transação que chamou atenção e rendeu polêmica. Em 1992, o craque fez dois gols pelo Vasco sobre o Rubro-Negro e beijou o escudo com a cruz de malta. A lei do ex é antiga, amigos!

Bebeto trocou o Flamengo pelo Vasco

Romário

O Baixinho Romário também trocou a Gávea por São Januário. Em 1999, ele foi afastado do Flamengo após ir à Festa da Uva – o time rubro-negro havia perdido para o Juventude, pelo Brasileiro. Romário rumou para o Vasco no ano seguinte e foi fundamental nos títulos da Mercosul e Copa Havelange. A dupla do tetra é do times dos vira-casacas direto.

Romário é sinistro! Baixinho escreveu o nome na história do futebol brasileiro | Foto: Paulo Fernandes / Vasco.com.br

Rafael Vaz

Publicidade

Também há o caminho contrário: do Vasco para o Flamengo. Foi assim com o zagueiro Rafael Vaz, no ano passado. Ele não renovou com o Cruz-Maltino e foi para o Rubro-Negro.

Rafael Vaz perdeu espaço com a chegada de Rueda ao Flamengo (Foto: Gilvan de Souza - Flamengo) Rafael Vaz é contestado no Flamengo (Foto: Gilvan de Souza – Flamengo)

Willian Arão

Um dos principais nomes do Botafogo na caminhada para retornar à Série A, em 2015, Willian Arão foi para o Flamengo no ano seguinte. O volante, inclusive, devolveu a quantia depositada pelo Fogão para a renovação de contrato. O clube alvinegro acionou a Justiça. O caso estremeceu a relação entre os rivais.

Chapéu da discórdia: Botafogo e Flamengo cortaram relação por causa de Arão (Divulgação) Chapéu da discórdia: Botafogo e Flamengo cortaram relação por causa de Arão (Divulgação)

Leandro Amaral

O caso de Leandro Amaral também foi parar na Justiça. Ele trocou o Vasco pelo Fluminense em 2008. Porém, o Gigante da Colina ganhou a causa. O atacante foi obrigado a voltar a São Januário.

Caso Leandro Amaral foi parar na Justiça | Foto: Photocamera

Dodô

Publicidade

Artilheiro dos Gols Bonitos, Dodô viveu a experiência de trocar um rival pelo outro em duas ocasiões. Na primeira, deixou o São Paulo e foi para o Santos, em 1999. Depois, deixou o Botafogo e foi para o Fluminense em 2008.

Dodô saiu do Botafogo para ir diretamente para o Fluminense | Foto: Photocamera

Arouca

O volante Arouca também é bicampeão neste quesito. Do São Paulo foi para o Santos, em 2010, e do Peixe se transferiu para o Palmeiras, em 2015.

Arouca é bicampeão neste quesito, entre São Paulo, Santos e Palmeiras | Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos

Ganso

Outra caso que chamou atenção foi o de Ganso. Revelado pelo Santos, ele foi para o São Paulo em 2012 numa novela que se arrastou entre polêmicas e reviravoltas, até o Peixe aceitar a oferta de quase R$ 24 milhões por 45% dos direitos econômicos.

Revelado pelo Santos, Ganso foi para o São Paulo cercado de polêmica | Foto: Ricardo Saibun / Divulgação Santos

Alexandre Pato e Jadson

Publicidade

Contratado pelo Corinthians por R$ 40 milhões, Alexandre Pato caiu em descrédito no clube e foi para o São Paulo em 2014. O atacante chegou a ser trocado pelo meia Jadson, mais um exemplo de vira-casacas direto.

Alexandre Pato deixou o Corinthians e foi para o São Paulo | Foto: Divulgação

Alan Kardec

Revelado pelo Vasco, Alan Kardec viveu bons momentos pelo Palmeiras. O São Paulo entrou na jogada e acertou a contratação do atacante, que pertencia ao Benfica.

Alan Kardec se destacou no Palmeiras e foi para o São Paulo | Foto: Divulgação

Gabriel

Campeão brasileiro pelo Palmeiras no ano passado, o volante Gabriel foi para o Corinthians este ano e… ganhou o Brasileirão de novo!

Gabriel é dos vira-casacos direto e campeão! | Foto: Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Leonardo Silva

Publicidade

Autor do gol do título da Libertadores do Atlético-MG, Leonardo Silva trocou o Cruzeiro, em 2010, justamente pelo Galo, pelo qual fez história e está até hoje.

Leonardo Silva já fez gol em final de Libertadores | Foto: Bruno Cantini / Atlético

Dida

A rivalidade gaúcha também tem jogador que trocou um rival pelo outro. Dida, após defender o Grêmio, foi para o Internacional em 2013.

Dida movimentou Porto Alegre ao trocar o Grêmio pelo Internacional | Foto: Divulgação

LEIA MAIS

Publicidade

Grêmio se iguala a São Paulo e Santos como maior campeão brasileiro da Libertadores
Pode fazer a estátua dele! Renato Gaúcho amplia história imortal no Grêmio
Os destaques e heróis do Grêmio no tricampeonato da Libertadores
Soy loco e tri da América! A trajetória do Grêmio no título da Libertadores
Luan concorre ao prêmio Rei da América, dado ao melhor jogador do continente
No mercado! Júlio César descarta aposentadoria por enquanto e aguarda propostas