Publicidade

Não tem jeito. Reta final de Campeonato Brasileiro é sempre a mesma coisa: contas e mais contas de olho nos objetivos. É na ponta do lápis. E a matemática da bola continua favorável ao Corinthians. Apesar da queda brusca de desempenho – a campanha no returno é de zona da degola -, o Timão se beneficiou dos tropeços dos rivais, além da gordura adquirida no 1º turno. Desta forma, tem 70% de chances de ser campeão, segundo o site “Infobola”. Na rodada anterior, o clube apresentava 71% de probabilidade.

O Palmeiras terminou a 31ª rodada do Campeonato Brasileiro com sabor amargo na boca. O Verdão empatou, em casa, com o Cruzeiro e perdeu a oportunidade de encostar no Corinthians e de depender apenas de si para ser campeão (faz confronto direto na próxima rodada). A diferença, que poderia ter caído para três pontos, agora é de cinco. As chances de título aumentaram um pouquinho, de 18 para 20%.

Palmeiras perdeu grande chance na rodada | Foto: Cesar Greco / Ag Palmeiras / Divulgação

A rodada teve uma curiosidade. Ninguém do pelotão de elite venceu. Na realidade, ninguém da primeira parte da tabela de classificação. Os dez primeiros não sentiram o gostinho da vitória na jornada.

Libertadores

Publicidade

Com tantos empates (foram sete) na rodada, o cenário na briga por vagas na Libertadores de 2018 não mudou muito. Corinthians, Palmeiras, Santos e Grêmio estão quase lá (o Tricolor Gaúcho ainda tem outra frente – está na semifinal da edição deste ano).

Leia mais:
Dois pênaltis perdido no mesmo jogo? Diego Souza repete ‘feito’ de outros famosos
Líder do 1º turno e na degola no returno: o ‘duas caras’ Corinthians
Oito coisas no futebol que nos tiram do sério

Kannemann, Nadal, Adriano… ritual, manias e superstições no esporte
A corrida pelo posto de ‘Carrasco dos clássicos’ em 2017
Expulsões, polêmicas e confusões: bolas fora de Neymar na carreira

Era Tite na Seleção Brasileira: 60 jogadores já foram chamados; Veja a lista

Na sequência, Botafogo e Flamengo aparecem bem cotados. O Vasco se mantém na briga. A partir do Atlético-MG, as chances, no momento, vão ficando cada vez mais reduzidas.

O risco de queda

Publicidade

A situação que teve mais mudança foi na parte inferior da tabela. O Coritiba ganhou fôlego na luta contra a degola. A vitória no confronto direto com o Sport fez o risco de queda do clube paranaense diminuir para 43% (era de 62% na última rodada). O Sport, em compensação, viu o “perigo” saltar de 31 para 50%.

A torcida do São Paulo pode respirar de forma um pouco mais aliviada. O Tricolor Paulista venceu o Santos e agora aparece com 4% de risco de queda (era de 11% na rodada anterior) para a Série B do Campeonato Brasileiro.

Confira as chances do seu time no Campeonato Brasileiro

[table id=10 /]