Publicidade

Atlético-MG, Flamengo e Palmeiras têm concentrado as atenções no futebol brasileiro. O trio é considerado o mais forte do País. E a briga nesta reta final de temporada promete. Galo e Fla brigam nas três frentes, enquanto o Verdão busca Libertadores e Brasileiro.

Em comum, o trio conta com alto poder de investimento, sendo que Atlético-MG e Palmeiras têm suporte pesado de investidores. O Galo montou um elenco de respeito para brigar por tudo.

Galeria de Fotos

O Atlético-MG lidera o Brasileiro e está na semifinal da Copa do Brasil e da Libertadores. Por sinal, o rival na competição internacional é o Palmeiras, vice-líder do Brasileirão. O clube paulista, surpreendentemente, caiu na Copa do Brasil para o CRB, na terceira fase.

Relacionadas

Gabigol e Felipão roubaram a cena no jogo desta quarta-feira - Fotos: Marcelo Cortes / Flamengo; LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

Publicidade

O Flamengo é o terceiro colocado do Brasileirão e se mantém com chances nos dois mata-matas. Se passar do Barcelona de Guayquil, vai enfrentar um rival na decisão da Libertadores.

Para alimentar a rivalidade nesta final de temporada, veja as forças e fraquezas deste trio que vem dando o que falar no futebol brasileiro.

O embalado Atlético-MG

Arana, Alonso, Zaracho, Nacho Fernández, Hulk, Diego Costa… o elenco do Atlético-MG impressiona. Cuca tem qualidade de sobra em mãos. E tem aproveitado. O Galo está embalado e bem nas três frentes.

Hulk Atlético-MG Hulk é o cara do Galo | Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

Publicidade

Contratado junto ao River Plate, Nacho caiu como uma luva no Galo. O meia argentino rapidamente se adaptou ao time e se tornou um dos destaques da equipe. Outro destaque é Hulk, principal nome da temporada mineira.

E a isonomia? Flamengo pode ter maratona de 4 jogos em 8 dias

Hulk já fez 21 gols e distribuiu 11 assistências com a camisa do Atlético-MG. O atacante assumiu a responsabilidade de levar o Galo à glória. E tem dado conta do recado.

Publicidade

O Atlético-MG pode ter mais um diferencial: Diego Costa. Último craque a chegar ao clube, o centroavante entende do ofício e já fez muito sucesso na Europa. Pode ser a arma para deixar o Galo ainda mais implacável.

Diego Costa Atlético-MG Diego Costa é reforço de peso | Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

O clube mineiro também conta com uma “turma de coadjuvantes” bem interessante e que pode decidir. Zaracho cresceu de produção. A experiência e a qualidade de Vargas sempre são bem-vindas, assim como o talento de Keno e Savarino.

Problemas do Galo

A pressão pode ser algo a atrapalhar o clube mineiro. O Atlético-MG convive com um longo jejum no Brasileiro – foi campeão apenas em 1971. As conquistas da Libertadores, em 2013, e da Copa do Brasil, em 2014, são mais recentes. Entretanto, para uma fanática torcida, já representa uma espera ingrata.

Cuca Atlético-MG Cuca tenta acabar com seca | Foto: Pedro Souza / Atlético / Divulgação

Publicidade

O Atlético-MG também vai precisar lidar com a sequência de jogos. Os nomes mais experientes do elenco podem sentir, como Hulk, de 35 anos, Nacho, 31, Vargas, 32, Diego Costa, 32, e Keno, 32.

A Data-Fifa também é um problema. As seleções podem desfalcar o Galo ou, se a CBF adiar os jogos, vai aumentar o drama do calendário e emendar uma partida atrás da outra. Alonso, Alan Franco, Vargas e Savarino são convocados com frequência. Guilherme Arana e Hulk estiveram na última lista de Tite.

O cada vez mais forte Flamengo

O atual bicampeão brasileiro está embalado sob o comando de Renato Gaúcho e quer muito mais. O fato de viver esta rotina de títulos pode ser um trunfo. O elenco rubro-negro está acostumado a decidir e pode segurar a pressão.

Gabigol Flamengo Gabigol é homem-gol do Flamengo | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Publicidade

O Flamengo ainda conta com poder de fogo de sobra. O quarteto Everton Ribeiro, Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol é capaz de dar mais glórias ao clube carioca. E ainda tem Pedro.

LEIA MAIS! Landim confirma interesse do Fla em Dani Alves

Por falar em elenco, a janela rubro-negra foi coisa séria. Kenedy, Andreas Pereira e David Luiz chegaram para qualificar ainda mais o plantel do Flamengo. Por falar no zagueiro, é a esperança de resolver de vez os problemas defensivos do time.

David Luiz Flamengo David Luiz é mais um astro rubro-negro | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Publicidade

E, ainda sobre o elenco rubro-negro, nomes como Michael, Vitinho, Gustavo Henrique e Bruno Viana vêm dando conta do recado, o que deixa o Flamengo mais forte para a reta final da temporada.

O bom ambiente rubro-negro é mais um ponto a favor. O astral está lá em cima, graças a Renato Gaúcho. O técnico pode ser mais um trunfo, especialmente no mata-mata. Renato ganhou Libertadores e Copa do Brasil.

Problemas do Fla

O clube rubro-negro vem sofrendo com lesões. Filipe Luís, Diego, Arrascaeta e Bruno Henrique foram nomes com problemas físicos recentemente. Por mais que o elenco venha dando conta do recado, o ideal é sempre ter força máxima à disposição.

Renato Gaúcho Flamengo Renato Gaúcho aponta o caminho para o Flamengo | Foto: Marcelo Cortes / Flamengo / Divulgação

Publicidade

A maratona de jogos também pode ser uma vilã. No momento, o Flamengo tem três jogos adiados no Brasileiro. A CBF marcou dois deles. O cenário aponta para uma batida de quatro partidas em dez dias. Haja fôlego.

A Data-Fifa também é “inimiga” e leva com frequência Isla e Arrascaeta. Everton Ribeiro e Gabigol têm sido chamados por Tite. Vem mais jogos de seleções agora em outubro. Nova dor de cabeça para o Flamengo.

O sólido Palmeiras

Atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, o Verdão, no momento, é até menos badalado do que os rivais, mas é bom ficar de olho no time de Abel Ferreira. Entre os três técnicos, o português é o que está há mais tempo no cargo. Justamente por isso, tem uma maneira já consolidada de jogar.

Dudu Palmeiras Dudu é o principal nome do ataque do Verdão | Foto: Cesar Greco / Palmeiras / Divulgação

Publicidade

O Palmeiras costuma ser um time sólido defensivamente, sob a liderança do zagueiro Gustavo Gómez, um dos melhores do futebol brasileiro. A segurança de Weverton, goleiro de Seleção Brasileira, também é um trunfo.

O retorno de Dudu deu ainda mais talento ao Palmeiras, que conta com a velocidade de Rony e Wesley, além de Gabriel Veron e Breno Lopes. Luiz Adriano, Deyverson e Willian são as opções como centroavante.

Problemas do Verdão

O Palmeiras vem sofrendo quando precisa superar defesas mais fortes e fechadas. É uma crítica ao trabalho de Abel Ferreira. O time gosta e sabe muito bem como explorar a velocidade, mas tem apresentado poucas ideias em cenário diferente.

A diferença para o Galo, no Brasileiro, já passou a ser consistente: de sete pontos. Sendo assim, o Verdão vai precisar arrancar e secar o rival para dar o bote no Brasileirão.

Weverton Palmeiras Weverton é um pilar do Verdão | Foto: Cesar Greco / Palmeiras / Divulgação

E o Palmeiras também vai lidar com a Data-Fifa. Weverton, Gustavo Gómez e Piquerez são convocados com frequência por suas respectivas seleções.

Comentários