Publicidade

O volante Wellington bateu a meta de ser relacionado para 60% dos jogos do Fluminense na temporada. Assim assegurou o direito de exercer a cláusula que prevê a renovação automática por mais um ano de seu contrato, que chega ao fim em 31 de dezembro. Mas isso acabou criando um problema nas Laranjeiras. Isso porque o jogador não faz parte dos planos da comissão técnica para a próxima temporada.

Wellington tem 30 anos e foi pouco usado de forma efetiva. A sua contratação foi um pedido do técnico Roger Machado, que pretendia formar um grupo experiente para a disputa da Copa Libertadores. Entretanto ele encontrou problemas para se firmar.

Wellington não se firmou no Fluminense (Foto: Maílson Santana/ Fluminense)

Com o passar dos jogos Wellington viu Yago, André e Martinelli assumirem o protagonismo na posição. Assim virou uma espécie de quarta opção. Além disso perdeu ainda mais espaço quando Marcão substituiu Roger Machado.

MAIS! Fluminense e a Matemática do acesso

Publicidade

Este cenário torna a renovação automática do jogador um problema. O Fluminense não pode simplesmente não cumprir o compromisso. Assim vai procurar os representantes do atleta ao fim do Campeonato Brasileiro e propor uma rescisão amigável.

Relacionadas

Yago Fluminense

Wellington despontou para o futebol no São Paulo. Além disso defendeu as cores de outros clubes do futebol brasileiro como Internacional e Vasco. Estava no Athletico de Paranaense desde 2018 quando o Fluminense buscou a sua contratação em março.

Comentários