Publicidade

A dor de cabeça continua no Fluminense. O baixo desempenho ofensivo atrapalha o time na briga pelo G-6 do Campeonato Brasileiro. Os problemas no ataque tiram o sono do técnico Marcão e da torcida tricolor.

O Fluminense, mais uma vez, passou em branco. Nesta terça-feira, o clube carioca perdeu para o Grêmio por 1 a 0, na Arena do Grêmio, pela 31ª rodada. Assim, o Flu desperdiçou uma oportunidade de colocar pressão nos rivais da briga pelo G-6.

Marcão Fluminense Marcão sofre para dar mais força ofensiva ao Fluminense | Foto: Lucas Merçon / Fluminense / Divulgação

Após apostar em uma dupla de ataque na vitória sobre o Sport, Marcão retomou a formação com três volantes – Yago Felipe retornou ao time, na vaga de Fred -, além de colocar Cazares no lugar de Arias. O Fluminense decepcionou em campo. O problema ofensivo persiste.

Relacionadas

Publicidade

– Vamos ter esses dias para treinamento. Vamos trabalhar muito, cada vez mais, para encontrar soluções, para furar a equipe adversária. Não funcionou da maneira que queríamos, é uma das coisas que tira nosso sono. Temos consciência de que temos que trabalhar para que nossas vitórias apareçam – declarou Marcão.

MAIS! Fluminense pode ter reforço no jogo contra o Palmeiras

Nos últimos dez jogos, o Fluminense não fez gol em seis deles. Um desempenho que preocupa para a reta final do Brasileirão e atrapalha os planos do Tricolor Carioca.

Publicidade

O Flu continua com 42 pontos e na oitava colocação, sem risco de perder posição no complemento da rodada. Entretanto, pode ver rivais se aproximarem e também a distância para o G-6, atualmente em cinco pontos, aumentar.

Na próxima rodada, o Fluminense encara o Palmeiras, neste domingo, às 18h15 (horário de Brasília), no Maracanã.

Comentários